Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

02/11/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia apresenta integrantes de quadrilha de golpistas em Belém

Eles usavam nomes de advogados paraenses e informações sigilosas. Golpe gerou prejuízo de mais de R$ 1 milhão, com vítimas em todo país.

A polícia apresentou na noite desta quinta-feira (1), em Belém, quatro dos sete integrantes de uma quadrilha que aplicava golpes em aposentados e servidores públicos em todo o Brasil. Eles usavam nomes de advogados paraenses e tinham informações sigilosas das vítimas.

Os presos desembarcaram em Belém, vindos de São Paulo, por volta das 22h. Quatro foram conduzidos para a Divisão de Repressão ao Crime Organizado, onde foram apresentados. “As investigações começaram a partir de diversas denúncias de vítimas aqui do Pará, de diversas categorias profissionais, membros do Ministério Público, que registraram ocorrência dizendo que tinham recebido correspondência fantasiosa e muito preocupados com esses dados pessoais que contavam nessa correspondência", explica Beatriz Silveira, delegada de repressão a crimes tecnológicos.

Foram quatro meses de investigação. De acordo com a polícia, o golpe gerou um prejuízo de mais de R$ 1 milhão, com vítimas em todo país. No Pará, uma pessoa chegou a depositar mais de R$ 30 mil na conta do bando.

As prisões aconteceram na última quarta-feira, em Praia Grande (SP). A Justiça autorizou a gravação de conversas entre suspeitos e vítimas. Veja o que disse uma das vítimas aos criminosos: “O que é que a senhora fez com os R$ 945 que eu depositei e o dinheiro que vocês não depositaram? Que eu já sei que vocês estão dando golpe com a gente. Eu não sou burra", dizia na gravação.

“Agora a gente vai analisar de onde as informações privilegiadas vazaram. Porque eles têm CPF, identidade, endereço dessas vítimas. Então a gente quer saber de onde veio para poder reprimir agora esse vazamento de informações", afirma a delegada.

Os outros três suspeitos de fazer parte do grupo desembarcaram na capital paraense no início da madrugada desta sexta (2). Eles vão responder por fomação de quadrilha, estelionato e falsificação de documentos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 59 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal