Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/10/2012 - G1 / Jornal Nacional Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Criminosos desenvolvem nova forma de enganar vítimas pelo telefone

O golpe ‘bença, tia’, como é conhecido, normalmente é aplicado por quem está atrás das grades. O número do telefone ele consegue discando aleatoriamente.

Criminosos que aplicam golpes por telefone desenvolveram uma forma nova de enganar as vítimas. O golpe é chamado de ‘bença, tia’.

A ligação é à cobrar.

Golpista: Oi tia, bença.

Depois dos cumprimentos, começa o golpe.

Golpista: Adivinha quem está indo para aí hoje? Um dos três mais velhos que mora fora.
Vítima: Quem será?
Golpista: Um dos mais queridos da família.
Vítima: Pai do céu. Tem tanto querido na família.
Golpista: Chuta o nome de dois.
Vítima: Quem é você?
Golpista: É de São Paulo.
Vítima: Filho da minha irmã?
Golpista: É.
Vítima: O Rui?
Golpista: Como é que a senhora sabia que era eu? Como é que a senhora tá?
Vítima: Estou bem. Cheguei de São Paulo ontem.

Em outra ligação, o golpista usa como desculpa um acidente.

Golpista: Não chegou porque o carro estragou, nós quase ‘capotou’ o carro aqui na estrada.
Vítima: Credo.

Preocupada, a vítima acaba caindo no golpe.

Golpista: O rapaz passou aqui e deixou o cartão do mecânico. Eu achei caríssimo, o cara me cobrar R$ 1,2 mil para trocar uma suspensão. O pior de tudo é que eu tava com R$ 500, passei o dinheiro para ele. Ficou faltando R$ 700 e ele não quer pegar o cheque porque é de fora. Você tem esses R$ 700 pra me emprestar até eu chegar aí? Mesmo que eu te passe um jurinho a mais, uns R$ 50. Vou te dar o número da conta do mecânico, você pegando o dinheiro você passa na casa lotérica e deposita.
Vítima: Está bom.

Um estudante goiano tem parentes em São Paulo. O tio caiu no golpe. Os bandidos se passaram pelo sobrinho.

Sobrinho da vitima: Como a ‘bina’ tava quebrada só viu o ‘62’ e eu sou o único sobrinho goiano. Então foi onde ele atendeu da forma carismática que ele sempre me atende. Inclusive a voz ele falou que era muito parecida.

Neste caso a polícia conseguiu identificar o principal suspeito. O curioso é que ele já estava preso. O golpe ‘bença, tia’, como é conhecido, normalmente é aplicado por quem está ali. Atrás das grades, o preso tem tempo de sobra para pensar em como agir. O número do telefone ele consegue discando aleatoriamente. Quanto ao aparelho, nem parece que é proibido dentro da cadeia. A própria direção do presídio admite que os telefones entram com facilidade.

“Isso é realidade nacional. Todos os presídios do Brasil entram celulares. Através dos visitantes, através de, infelizmente, servidores corruptos”, afirmou diretor Sistema Prisional de Goiás João Junior.

Em outra ligação, o preso não desligou nem quando cometeu um deslize.

Vítima: Eu não tenho sobrinho.
Golpista: Quem está falando?
Vítima: Aqui é a Aparecida.
Golpista: Não, então é minha prima, Aparecida. Sabe quem está falando não, bonitinha?
Vítima: Eu não tenho sobrinho.
Golpista: É primo. É de fora. Que tem tempo que você não vê? De fora.
Vítima: Não sei. É o Pedro.
Golpista: Como é que você sabia que era eu?
Vítima: Porque sua voz é inconfundível. Sua voz.

Segundo a polícia, para se proteger o cidadão precisa tomar alguns cuidados.

“Quando receber esse tipo de telefonema, primeira coisa ligar para o parente que o bandido está se passando por ele. A Polícia Civil pede que as pessoas não depositem o dinheiro e procurem primeiramente uma delegacia de policia. E, jamais, fale o nome do parente”, disse a delegada Alessandra Dias.

Nota: na reportagem exibida na TV e reproduzida aqui no site, escrevemos em uma legenda, por um erro na arte, a palavra “indentificador”. O correto é “identificador”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 71 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal