Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/10/2012 - JB Online / Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegado é condenado por participar de máfia dos caça-níqueis em SP


A Justiça condenou o delegado Elpídio Laércio Ferrarezi a dez anos e oito meses de prisão por falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e corrupção e determinou a perda do cargo. Atual titular da Delegacia da Infância e Juventude de Santos (SP), Ferrarezi foi acusado de integrar na década passada a máfia dos caça-níqueis, que, segundo o Ministério Público, arrecadava dinheiro para permitir o funcionamento de bingos na Baixada Santista. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O juiz responsável pela sentença, Rodrigo de Moura Jacob, apontou estranheza na evolução patrimonial de Ferrarezi, que já foi delegado seccional de Santos. O policial recebe salário de cerca de R$ 6 mil, tem uma casa de R$ 1,2 milhão na Riviera de São Lourenço, em Bertioga, no litoral paulista, em nome da filha, e vive em uma cobertura de 360 m² em Santos. A casa foi perdida em favor da União.

Além de Ferrarezi, foi condenada por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica sua filha, a advogada Carla Abibe Ferrarezi Martinez. O juiz afirmou na sentença que Carla não tem como comprovar condição financeira para comprar um imóvel milionário. A defesa deles irá recorrer da decisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 96 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal