Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

18/10/2012 - Rádio Difusora Aquidauana Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Em 2 anos, quadrilha do PR fraudou pelo menos R$ 800 milhões em impostos

Por: Tamires Vila Maior


Investigada pela PF (Polícia Federal) desde 2008, a quadrilha comandada pela família Tolardo sonegou dos fiscos estaduais em dois anos, pelo menos R$ 800 milhões. Neste período, a movimentação financeira foi de R$ 1,5 bilhão.

De acordo com informações apuradas pelo jornal O Diário de Maringá, 25 empresas do grupo foram alvos de ações fiscais promovidas pela Receita Federal nos últimos 10 anos. Neste período, a dívida com a Receita aproximou-se de R$ 112 milhões.

Diante disso, os principais integrantes da família abriram 70 empresas, em vários Estados, com nomes de laranjas. Estas eram fechadas de tempos em tempos e os débitos ficavam para os laranjas.

Segundo apurado pelo jornal do Paraná com a Receita Federal, o grupo passou a utilizar ao menos 14 empresas de factoring- também com sócios laranjas – cujas contas bancárias funcionavam como caixa centralizador do esquema, tanto para cobranças dos clientes como para pagamentos do grupo das aquisições de autopeças junto às indústrias fornecedoras.

Algumas destas factorings foram fiscalizadas recentemente pela Receita Federal. Os valores lançados estavam com dívidas na ordem de R$ 26 milhões.

O grupo conta com cerca de 1.200 empregados, vários com registros em empresa diversa daquela que efetivamente trabalham, e com salários e benefícios informados em valor menor do que efetivamente recebem, caracterizando também fraude de contribuições previdenciárias.

Laranja Mecânica - Nesta quarta-feira foi deflagrada a operação Laranja Mecânica, com objetivo de cumprir 44 mandados de busca e apreensão e 35 para condução coercitiva.

As ordens foram cumpridas em Maringá e Curitiba (Paraná), São Paulo, Caxias do Sul (Rio Grande do Sul) e Iguatemi e Sidrolândia, em Mato Grosso do Sul. Também houve sequestro de bens.

Em Maringá, onde fica o núcleo financeiro da organização, foram ouvidas mais de 35 pessoas, todas indiciadas por sonegação fiscal, lavagem de dinheiro, uso de documento falso e falsidade ideológica.

No Estado, foram ouvidos moradores de Iguatemi, Sidrolândia e de outros municípios próximos a esta cidade, conforme a PF.

Também em Maringá, foram apreendidos oito veículos de luxo – entre eles BMW X6, Land Rover - e de R$ 40 mil a R$ 50 mil em espécie que estavam em cofres de diversos imóveis da família e houve sequestro de uma casa.

Em Curitiba, capital do Paraná, houve apreensão de seis automóveis de luxo, entre eles um Landau, tipo cadilac, que estava sem placas e teria sido contrabandeado do Paraguai. Este estava com o ‘cabeça’ do grupo. Em São Paulo foram apreendidas 15 carretas.

Quadrilha – De acordo com a PF, 40 empresas estão diretamente envolvidas na quadrilha, que conta com 500 pessoas. O núcleo do grupo é em Maringá e orientava pessoas sobre o esquema de abertura de empresas e lavagem de dinheiro.

A quadrilha é divida em três grupos: o primeiro formado por integrantes e pessoas ligadas à família, que sabiam da sonegação e dolosamente emprestavam o nome. O grupo dois tem como integrantes moradores de São Paulo que vendiam os nomes, recebendo de um salário mínimo a um mil reais por mês.

O terceiro é composto, na maioria, por pessoas que moram em Mato Grosso do Sul. Quase todas são de baixa renda, semianalfabetas, de boa fé. Pessoas que não conseguiam benefícios sociais dos governos, porque, quando encaminhavam os cadastros, era verificado que eram donas de empresas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 81 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal