Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

26/10/2012 - A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Clientes amargam prejuízos e acusam loja de carros de estelionato


"Estou sem carro, transtornado. Eu confiei na palavra deles". O desabafo é do açougueiro Sonivaldo da Cruz Sobral, morador de Praia Grande. Ele é um dos clientes prejudicados pela Alan Automóveis. A loja de carros, que funcionava na Avenida Antônio Emmerich, amanheceu fechada na quarta-feira. Para os clientes, restaram o silêncio e nenhum endereço para obter explicações. Até o site da empresa saiu do ar nesta quinta-feira, conforme pesquisa da Reportagem.

Na tarde desta quinta-feira, carros da loja foram localizados em pelo menos dois estacionamentos na Vila Margarida. E a Polícia Militar foi acionada porque alguns deles estavam sendo depredados e desmontados. Segundo a polícia, oito veículos foram encontrados. Alguns deles, queimados e jogados em um canal do bairro.

Quando viu a notícia, Sonivaldo tentou contato com um dos vendedores, mas sem sucesso. "Não registrei Boletim de Ocorrência porque confiei na palavra deles". Cliente da loja desde 2010, o açougueiro adquiriu seu terceiro carro, um Gol quatro portas, financiado em 60 meses.

Ele rodava feliz com o automóvel até ter o veículo furtado em fevereiro. Ao acionar o seguro, descobriu que o documento não estava em seu nome e, sim, no do antigo proprietário. Com isso, ele não teria direito a receber as parcelas pagas, no total de R$ 2,8 mil.

Como a loja tinha 30 dias para fazer a transferência, ele não se preocupou. Além disso, meses depois descobriu que um outro carro, da mesma marca que o seu, havia sido financiado com o seu nome. "Quando comprei o carro, eles me deram um recibo, eu assinei e reconheci firma". Sonivaldo acredita que eles usaram esse documento para fazer a transação.

O carro financiado no seu nome foi vendido para outra pessoa, uma motorista de Santos. "Eu fui na advogada para bloquear o documento. Quando liguei para Alan Automóveis, eles me pediram desculpas, disseram que a menina do escritório tinha se enganado".

Uma história complicada mesmo, difícil de entender e de "engolir". Sem carro, ela agora anda de moto, mas teve seis pontos perdidos na carteria de habilitação, por conta de infrações cometidas por essa motorista que comprou um carro que não era dele.

Denúncia

Segundo o delegado titular do 1º DP de São Vicente, Marcos Alexandre Alfino, diversos clientes procuraram a delegacia nesta quinta-feira para obter esclarecimentos sobre o caso. No entanto, apenas dois boletins de ocorrência foram registrados.

"Houve uma denúncia de estelionato, em que a loja ficou com o veículo do cliente, mas não pagou, e outra de supressão, em que o cliente deixou o documento do veículo para ser renovado e não recebeu de volta".

Alfino diz que irá instaurar inquérito para apurar as denúncias e revela que já haviam sido abertos outros oito para apurar denúncias da mesma natureza contra a Alan Automóveis.

Resposta

O dono da Alan Automóveis informou à TV Tribuna que os veículos foram retirados da loja porque o proprietário do prédio pediu o imóvel. E que uma nova sede será inaugurada. Ainda segundo a reportagem, o responsável pela loja ainda garantiu que, na segunda-feira, funcionários estarão à disposição dos clientes no antigo endereço, na Avenida Antonio Emmerich, nº 1.313, para dar orientações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 107 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal