Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

26/10/2012 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia descobre central de TV a cabo pirata e alerta que quem 'contrata' também comete crime


A polícia descobriu nesta quinta-feira (25) Uma grande central de aparelhos de TV a cabo em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ao todo, foram apreendidos cerca de 200 aparelhos da NET e da TVA, além de 500 cartões e quatro “chupa-cabras”, usados para clonar cartões. A polícia acredita que os cartões seriam usados para clonar cartões que liberam o sinal das operadoras. Há indícios também de que os operadores do esquema vendiam os receptores no município.

As apreensões foram feitas dentro da Operação Cinturão II, que prendeu cinco pessoas e cumpriu 14 mandados de busca e apreensão. Na casa, localizada na Rua Genoveva Forlepa Kopka, no bairro Boa Esperança, não havia ninguém. Cada aprelho apreendido custa em média R$ 500,00, mas a polícia não sabe quanto os operadores cobravam dos ‘clientes’.

O delegado titular da Delegacia de Pinhais, Fábio Amaro, ressalta que quem compra os aparelhos e faz uso dos chamados “gatos” também comete crime. “Está no Código Penal no artigo 155. Tanto quem oferece a ligação clandestina quanto quem a contrata está cometendo crime”, explica.

Prisões

A operação, que contou com a participação de 95 policiais de todas a unidades da DPMetro, do Centro de Operações Policias Especiais (Cope), da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), Divisão de Investigações Criminais (DIC) e Sexto Comando Regional da Polícia Militar, teve início às 6h e acabou às 11h.

Felipe Iagnecz Pereira, 20 anos, foi preso com 5 gramas de maconha, assinou termo circunstanciado e depois foi liberado. Rodrigo Monteiro Galvão, 21 anos, foi preso com três máquinas caça-níqueis em seu bar, mas também foi liberado após assinar termo circunstanciado. Outros três homens foram presos e seguem na carceragem da Delegacia de Pinhais. Giovanni Ferrari, 28 anos, tinha contra si mandado de prisão pelo homicídio de José Luiz Maria Júnior. Ayslan Rodrigo de Souza Scpanski, 19 anos, também tinha um mandado de prisão relativo o mesmo crime e ouro pela morte de José Antônio da Silva. Rafael Junio Vasques, 22 anos, foi capturado por estar foragido da Delegacia de Pinhais e ter mandado de prisão por roubo e tráfico de drogas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 318 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal