Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/06/2012 - Jornal A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dois são presos suspeitos de estelionato


Dois homens foram presos na tarde de ontem no Centro de Criciúma acusados de estelionato. A dupla é investigada por aplicar um golpe se passando por dois empresários do ramo de publicidade, e adquirindo documentos pessoais das vítimas com a promessa de um futuro emprego. Policiais militares do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) faziam a Ronda Bancária, quando foram abordados por uma mulher que revelou o suposto golpe.

Em buscas, P.H.A., 19 anos, e C.F., 32 anos, foram localizados na Praça Nereu Ramos. Os militares foram até a casa da dupla, no Bairro Renascer, e encontraram dez documentos de futuras supostas vítimas, como comprovantes de residências e Xerox de Carteira de Identidade e CPF. Os policiais contaram que o objetivo de P. e C. eram abrir empresas de fachada usando o nome das vítimas, e consequentemente, aplicando golpes.

Um deles estava foragido

Em consulta no Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) ainda foi constatado que C. estava com dois mandados de prisão em aberto, um por estupro de vulnerável e outro por não pagamento de pensão alimentícia. Também foi verificado que a empresa a qual eles citavam para os abordados não existia, muito menos, nenhum tipo de documentação. Um Inquérito Policial foi instaurado para apurar detalhadamente o caso, já que por enquanto, o crime de estelionato ainda é uma suspeita. C. foi encaminhado ao Presídio Santa Augusta devido aos dois casos de débito com a Justiça.

A PM informou que eles ainda utilizavam um site e distribuíam um folder para chegar às vítimas. “Pelo menos eles estariam aplicando o golpe há mais de 30 dias. Nenhumas das pessoas ainda haviam sido chamadas para entrevista. Eles pegaram também o tamanho do manequim com a desculpa que fariam uniformes”, conta o soldado Klalber Willamil. A Polícia Civil solicita a quem já tenha dado algum tipo de documento, que o pegue na Central de Plantão Policial, localizada na Avenida Santos Dumont, no Bairro São Luiz.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 89 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal