Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

04/10/2012 - Sol Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso médico cirurgião detido no Sambizanga


O cidadão Litho Mpassi, de 43 anos de idade, que desde 2001 vinha efectuando intervenções cirúrgicas ilegalmente nos arredores de Luanda, foi detido em flagrante há dias pela Polícia Nacional, soube esta quinta-feira a Angop.

Segundo a inspectora nacional da saúde, Benvinda Soares, técnicos da polícia económica e do departamento que dirige tomaram conhecimento de que Litho Mpassi efectuava intervenções cirúrgicas no posto médico denominado AADA/ONG Jeová Rafa, junto ao farol das lagostas, no município do Sambizanga, sem contudo estar habilitado para exercer tal actividade.

Na altura da detenção, encontravam-se no posto médico, que também funcionava ilegalmente, três doentes, dois dos quais já operados, em estado crítico, tendo sido transferidos para os hospitais Américo Boavida e Augusto Ngangula, respectivamente.

Benvinda Soares acrescentou que Litho Mpassi está inscrito na ordem dos enfermeiros sob o número 15.586, provisoriamente, pelo facto de na altura da inscrição apresentar apenas uma declaração de equivalência ao invés do certificado de habilitação, o que não lhe permite exercer a actividade de enfermagem, nem mesmo médica em qualquer parte do mundo.

A inspectora disse ainda que Litho Mpassi é reincidente, pois anteriormente tinha sido detido pela mesma acusação, mas por falta de prova foi solto. «Desta vez o caso torna-se mais complicado para o cidadão porque foi apanhado em flagrante», disse.

Assim, Benvinda Soares apela à população no sentido de recorrer aos hospitais credíveis em caso de doença, pois a apetência ao lucro fácil tem levado ao surgimento de médicos e enfermeiros falsos, que muitas vezes têm ceifado vidas humanas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 148 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal