Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

05/10/2012 - Boa Informação / EFE / Reuters Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende 91 por fraude de US$430 milhões contra Medicare nos EUA


Noventa e uma pessoas foram presas esta semana em sete cidades dos Estados Unidos durante operação de combate à fraude ao Medicare, sistema de seguro de saúde gerido pelo governo federal destinado a idosos e deficientes. O grupo é suspeito de causar um prejuízo estimado de U$430 milhões aos cofres públicos. Um balanço da operação foi apresentado nesta quinta-feira (4) no Departamento de Justiça, em Washington (EUA).

Os suspeitos detidos são médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde. Eles foram presos nos Estados da Louisiana, Nova York, Illinois, Texas, Califórnia e Flórida e são acusados pelos crimes de fraude à saúde, formação de quadrilha, violação às leis antisuborno e lavagem de dinheiro, de acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Uma investigação coordenada pelos Departamentos de Justiça e de Saúde do país constatou fraude de US$230 milhões em serviços de atentimento domiciliar, mais de US$ 100 milhões nos serviços de saúde mental e US$ 49 milhões no setor de ambulância.

O Secretário de Justiça, Eric Holder, alertou que existe uma “tendência alarmante e inaceitável” de pessoas que se aproveitam dos programas governamentais de atenção médica, como o Medicare, “para roubar milhões de dólares dos contribuintes em benefício próprio”.

A Secretária de Saúde do país, Kathleen Sebelius, destacou que a lei de reforma sanitária aprovada em 2010 deu “novas ferramentas” para combater a fraude ao Medicare. Além das pessoas presas, outros 30 profissionais de saúde foram suspensos de suas atividades por suspeita de fraude.

Esta operação foi a mais recente realizada por uma força-tarefa de combate a fraudes ao Medicare. O grupo foi criado junto com a lei de reforma da saúde como um meio para evitar o desperdício, fraude e abuso dentro do programa do governo federal que beneficia 50 milhões de pessoas e cujo orçamento é de US$590 bilhões.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 181 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal