Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/10/2007 - Correio Braziliense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia registra novo golpe dado por celular


Depois da onda de falsos seqüestros e promoções mirabolantes anunciadas em telefonemas, um novo golpe está sendo dado através do telefone celular. Uma mensagem de texto chega ao aparelho da vítima, anunciando que ela ganhou um carro zero quilômetro na promoção de uma emissora de TV. Para receber o prêmio, é preciso fazer uma ligação para o número indicado e fornecer códigos de cartões de celulares pré-pagos. No DF, já são grandes os registros de vítimas dos golpistas. A emissora SBT, citada na mensagem, recebe cerca de 30 ligações por dia, somente em Brasília, de pessoas questionando a veracidade da promoção.

Na tarde desta terça-feira, a vendedora Fátima* recebeu a mensagem com o texto “O SBT 25 anos informa: seu aparelho móvel participou e ganhou um ‘CrossFox 0 KM’. Ligue grátis de um telefone residencial para 014/59941/8226. O SBT agradece e boa sorte!”. Ela desconfiou inicialmente, mas resolveu verificar. “Quem atende é um homem com voz de locutor, extremamente convincente”, conta.

O rapaz, que se identificou como José Alfredo da Silva Nogueira, pediu os quatro últimos números do celular de Fátima e confirmou que ela era uma das 25 sorteadas entre três mil pessoas para ganhar o carro no programa Domingo Legal. “Quando perguntei como me acharam, disseram que a operadora do meu celular, a Vivo, era parceira da promoção, assim como a Tim, a Nestlé, a Caixa Econômica Federal e a Graneiro,”, conta Fátima. O atendente ainda tentou acalmá-la, afirmando que, segundo a lei 6800/14, nenhuma empresa pode fornecer dados pessoais de seus clientes pelo telefone. A lei nem mesmo existe. “Eu duvidei por muito tempo, mas, ao longo da conversa, tive convicção de que ia mesmo ganhar o carro”, comenta a vendedora.

Em seguida, o homem do outro lado da linha garantiu que Fátima receberia a visita de uma equipe com um cheque no valor de R$ 47 mil para a compra de um Cross Fox com seguro, emplacamento e Ipva incluídos. “Até esse momento, todos os meus colegas do trabalho estavam comemorando comigo e eu gritava ao telefone que aquele carro era meu”, relata a vendedora. No entanto, para ganhar o prêmio, ela deveria comprar cartões da Tim no valor total de R$ 200 e informar os códigos.

Foi aí que Fátima começou a desconfiar. Desligou o telefone e prometeu retornar em 45 minutos. Mas ligou primeiro para o SBT e foi informada de que acabara de participar de um golpe. “Fiquei magoadíssima e morrendo de vergonha, foi uma agressão moral tremenda, me fizeram de otária. Tive a pior sensação que se possa imaginar”, lamenta Fátima. Ela nunca havia participado de qualquer promoção da emissora e o número que originou a mensagem tinha o ddd de Fortaleza, Ceará, onde o SBT nem mesmo tem uma emissora. Ainda assim, a vendedora quase caiu no golpe.

O supervisor de programação do SBT de Brasília, João Batista de Moraes, conta que as reclamações têm sido freqüentes e o alerta já foi colocado diversas vezes nos jornais da emissora. “O SBT informa que não tem nenhum vínculo com esse tipo de golpe e pedimos às pessoas que forem alvos dessa abordagem para registrar ocorrência na delegacia mais próxima, só assim será possível identificar os envolvidos”, destaca.


*Nome fictício para preservar a identidade da entrevistada

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 327 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal