Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/09/2012 - Decision Report Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Avanço da bancarização exige atenção no risco de fraude


Nos últimos dez anos, quase 40 milhões de brasileiros emergiram para a classe C, constituindo a chamada nova classe média, cuja renda familiar média é de quase R$ 2.300. E até 2014, são esperados que outros dez milhões sejam englobados nessa nova classe social, que há alguns anos não utilizava a Web para transações bancárias e agora usam o Internet Banking, por meio de computadores e até smartphones, além de cartões de crédito e débito em sites de compras.

Grande parte dessas pessoas está experimentando a facilidade da aquisição de PCs e dispositivos móveis, e a diversidade de meios de pagamentos. Porém é preciso ter atenção, pois em paralelo a tudo isso, a Internet se consolida como um dos principais meios para a realização de fraudes bancárias, devido ao crescimento do e-commerce.

Para uma população que estava acostumada com o uso de dinheiro ou cheque, o cartão de débito ou crédito traz inúmeras facilidades e também algumas armadilhas. Assim como o uso do Internet Banking, em que dados pessoais são armazenados na web. Para evitar que você seja vítima de golpes comuns aplicados na rede, o ideal é optar pela mudança de comportamento e entender que diante de diferentes meios de pagamentos, a atenção também deve ser diferenciada.

Outro risco é o acesso ao Internet Banking por lan-houses, pois tais computadores podem estar infectados com códigos maliciosos para roubo de dados. Sites falsos de vendas, que levam os consumidores a ter seus cartões de crédito fraudados, também são comuns. “As pessoas são tentadas pela oportunidade, por preços mais baixos, o que na realidade, pode ser um golpe. Por isso o ideal é consultar em vários locais o preço de um mesmo produto e desconfiar se um site estiver vendendo por R$ 70 e na maioria, o produto custar R$ 100, por exemplo”, afirma Hugo Costa, country manager da ACI Worldwide no Brasil.

Tendência

Assim como o crescimento da classe C, o aumento no uso de smartphones e mobile banking também é uma tendência anunciada para os próximos anos e estes equipamentos deverão ser adquiridos, em boa parte, por estes novos consumidores. Segundo pesquisa da ACI Worldwide, em parceria com o Aite Group, divulgada em maio deste ano, entre 14 países analisados, o Brasil tem a terceira maior porcentagem de “Smartphonatics”, com 37% de brasileiros neste segmento.

De acordo com a análise, os Smartphonatics são os consumidores que mudaram seu comportamento em relação às compras, finanças e pagamentos, por conta da adoção dos smartphones. O estudo revelou ainda, que aproximadamente dois terços dos ‘Smartphonatics’ brasileiros realizam pagamentos móveis, e três quartos utilizam seus bancos por um dispositivo móvel.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 100 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal