Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

26/09/2012 - Fatima News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude gera prejuízo de cerca de R$ 50 mil em Nova Alvorada do Sul

Gaeco investiga irregularidades em obras em Nova Alvorada do Sul.

Obras e serviços que teriam sido pagos irregularmente em Nova Alvorada do Sul, a 120 km de Campo Grande, geraram prejuízo de aproximadamente R$ 50 mil aos cofres municipais, conforme afirmou ao G1 nesta terça-feira (25) o coordenador do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), promotor de Justiça Marcos Alex Vera de Oliveira. Em nota, a prefeitura garante que não há irregularidades.

O Gaeco cumpriu, nesta terça-feira (25), três mandados de busca e apreensão e dois de condução coercitiva durante a Operação Falsário. O grupo, ligado ao Ministério Público Estadual, investiga há um mês suspeitas de desvio de recursos públicos no município.

Conforme Oliveira, documentos foram apreendidos na sede da prefeitura, na casa do secretário municipal de serviços públicos e na residência de um ex-assessor do prefeito.

Tanto o secretário quanto o ex-assessor foram encaminhados para a promotoria e foram liberados depois de serem ouvidos. Dois servidores do setor de finanças e três prestadores de serviços foram convidados a prestar esclarecimentos.

“Os prestadores de serviços usavam dados de outras empresas para emissão de notas fiscais. Os serviços não foram executados, mas foram pagos”, disse o coordenador do Gaeco. Dentre as obras investigadas, estão reformas e reparos no estádio do Bugre, em escolas, em postos de saúde e na pista de motocross.

Antes da operação, o Gaeco tinha conseguido notas fiscais referentes aos serviços, que totalizam cerca de R$ 16 mil. Quando a equipe foi fazer a conferência nos locais, constatou que as obras não tinham sido feitas. A partir daí, o grupo organizou a operação para apreender outros documentos e ouvir os envolvidos com o objetivo de esclarecer as irregularidades.

Dentre o material apreendido, de acordo com Oliveira, estão mais de 30 ordens de pagamento dos serviços que, somadas com as notas fiscais anteriores, totalizam R$ 50 mil.

“Com a primeira etapa da investigação concluída, agora vamos analisar os documentos e fazer oitivas, inclusive dos secretários municipais envolvidos. Se nesse meio tempo houver manipulação de testemunhas, destruição de documentos ou qualquer ação que dificulte as investigações, poderemos pedir prisões”, destacou o promotor.

Outro lado

O prefeito de Nova Alvorada do Sul, Arlei Silva Barbosa, informou, por meio de nota, que os fatos investigados dizem respeito à denúncia de supostas irregularidades em pequenas obras realizadas, e, por tal razão, foram buscados documentos referentes à execução.

Ainda de acordo com o prefeito, a investigação atinge fatos específicos. “Afirmamos com toda serenidade e responsabilidade de gestor público, que as obras e reformas investigadas estão todas em situação absolutamente regular, com comprovação de execução e contratos formais relativos a todos os fatos, como, de fato, foram passados aos representantes do Ministério Público”, garantiu.

Confira, na íntegra, a nota enviada pela prefeitura de Nova Alvorada do Sul:

"Com relação aos fatos ocorridos neste dia 25/09/2012 na Prefeitura Municipal de Nova Alvorada do Sul, quando o GAECO cumpriu mandado de busca e apreensão de documentos administrativos, venho a público tecer os seguintes esclarecimentos:

1. Os fatos investigados pelo Ministério Público dizem respeito à denúncia de supostas irregularidades em pequenas obras realizadas pela administração municipal, e, por tal razão, foram buscados documentos referentes à execução de tais obras;

2. A investigação atinge fatos específicos, e, segundo o que até agora nos foi informado, o Prefeito Municipal não é investigado;

3. Não houve prisão ou mandados de prisão para qualquer servidor público, apenas apreensão de documentos;

4. Afirmamos com toda serenidade e responsabilidade de gestor público, que as obras e reformas investigadas estão todas em situação absolutamente regular, com comprovação de execução e contratos formais relativos a todos os fatos, como, de fato, foram passados aos representantes do Ministério Público;

5. Assumi a administração de Nova Alvorada do Sul de cabeça erguida e assim a deixarei. Por tal razão, todos os documentos e comprovações necessárias à elucidação dos fatos estão à disposição da Justiça, do Ministério Público e de qualquer cidadão que queira se inteirar dos fatos junto ao Poder Público Municipal;

6. Congratulo a serenidade e a responsabilidade com que foi conduzida a operação pelos representantes do GAECO, os quais, cientes de sua responsabilidade, não imprimiram o papel sensacionalista querido e esperado pelos adversários políticos que fomentam um constante
denuncismo típico do período eleitoral.

ARLEI SILVA BARBOSA
PREFEITO MUNICIPAL"

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 262 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal