Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

22/09/2012 - Midiamax / Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quatorze são indiciados por esquema que fraudou R$ 1 milhão no Mato Grosso


A Polícia Judiciária de Civil de Mato Grosso desarticulou na sexta-feira uma quadrilha que comandava um esquema milionário por meio de fraudes em cartões de crédito. Segundo a polícia, 14 pessoas foram indiciadas até o momento. Em mais de três meses, os estelionatários deixaram um prejuízo de mais de R$ 1 milhão em compras a créditos, efetuadas em vários estabelecimentos comerciais da Grande Cuiabá.

De acordo com a polícia, a quadrilha, formada por pelo menos 20 integrantes, é acusada de utilizar 1.079 cartões de crédito solicitados através de uma rede de supermercados de Cuiabá e Várzea Grande, causando prejuízos a cerca de 1,1 mil vítimas que tiveram seus dados utilizados sem autorização. As investigações, iniciadas há dois meses pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagraram na manhã de ontem a operação, batizada de "Sete Erros".

Segundo os agentes, 20 pessoas foram conduzidas à delegacia, sendo que oito foram autuados em flagrante por envolvimento direto no esquema. Três dos presos são funcionárias de uma loja da rede de supermercados, de Cuiabá. Até o momento, o inquérito policial contabiliza 14 pessoas indiciadas por crimes de formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica e estelionato.

Para o delegado adjunto da GCCO, Gianmarco Paccola Capoani, o esquema era bem articulado. Segundo ele, um ex-comerciante, com acesso ao sistema Serasa, "fabricava" cadastros com nomes de centenas de vítimas. Os dados eram encaminhados para sete funcionários de um dos principais supermercados de Cuiabá. Com as informações, os funcionários, ilegalmente, faziam as solicitações dos cartões de crédito junto à instituição financeira, com matriz em São Paulo, que eram aprovados e encaminhados para destinatários envolvidos no esquema.

Na operação, os policiais apreenderam aproximadamente 400 cartões de crédito, documentos, três notebooks, quatro televisões de última geração avaliadas em R$ 19 mil, celulares e outros eletrônicos comprados com os cartões, além de uma motocicleta. Em um dos pontos da busca policial, a equipe flagrou um casal de estelionatário tentando queimar os documentos, cartões e faturas para fugir do flagrante.

"A quadrilha possuía ligações com estabelecimentos comerciais, que possuía máquinas de cartões de crédito e as utilizavam para 'estourar' os cartões na troca por dinheiro vivo", disse o delegado Paccola. Os presos foram encaminhados na manhã deste sábado ao Sistema Prisional. As mulheres ao presídio feminino Ana Maria do Coutro May e os homens ao Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 110 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal