Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/09/2012 - Região Noroeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homens tentam vender carro com documento falso

A tentativa de golpe foi desarticulada na por volta das 10h de quinta-feira.

Dois homens foram presos em flagrante na última quinta-feira, em Votuporanga, por tentarem aplicar um golpe numa garagem revendedora de automóveis.

Os gatunos utilizaram documentos falsos e tentaram vender um automóvel de outra pessoa para o garageiro, que suspeitou do valor pedido, cerca de R$7 mil a menos que o valor de mercado.

A tentativa de golpe foi desarticulada na por volta das 10h de anteontem, e o caso foi registrado no Primeiro Distrito Policial. A vítima, um comerciante de 36 anos, informou que é proprietário de um estabelecimento localizado na rua Itacolomi, e que recebeu a visita de dois indivíduos desconhecidos, sendo um rapaz de 29 anos e um homem de 51 anos de idade, os quais ofereceram um automóvel Toyota Corolla, ano 2009, com placas de São Paulo no nome de Jaime da Silva Paranhos. Eles disseram que venderiam o veículo ao garageiro pelo valor de R$40 mil.

O comerciante ofertou à dupla a quantia de R$38 mil. Durante a negociação, um deles, o mais jovens apresentou documentos afirmando ser o proprietário do veículo. Porém, o garageiro suspeitou da situação, já que o valor a ser pago no veículo é muito abaixo do preço do mercado, que gira em torno de R$47 mil.
Desta forma, o comerciante procurou se informar com o delegado do Terceiro Distrito Policial, Ali Hassan Wanssa, o qual fez algumas diligências e acabou localizando o verdadeiro Jaime da Silva Paranhos.

O real proprietário do carro alegou que mora em Mogi das cruzes e que vendeu o automóvel, recebendo um cheque sem fundos, tendo inclusive registrado boletim de ocorrência, denunciando que foi vítima de golpe.

Desta forma, o golpista que se fazia passar pela vítima estava utilizando documentos falsificados para tentar vender o carro e dar sequência no golpe. Foi constatado que o comparsa que o acompanhava também já foi preso em julho deste ano, por uso de documento falso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 155 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal