Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/09/2012 - A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe da Saúde chega ao Pronto Socorro de Peruíbe


Milhões de reais são desviados da saúde pública brasileira em golpes contra a sociedade. Fraudes acontecem inclusive no Pronto Socorro de Peruíbe, conforme mostrou denúncia feita pelo Fantástico no último domingo.

Toda a fraude só veio à tona por conta de uma novidade no Sistema Único de Saúde. Agora, todo mundo que é atendido pelo SUS recebe carta para avaliar o atendimento. Com isso, até o final da tarde desta segunda-feira haviam sido registrados 400 golpes no País.

Surgiram histórias de que o SUS arca com custos que pacientes já haviam pago e aparecem contas de crianças que nunca estiveram hospitalizadas. Por aqui, a organização social Osep, contratada e paga todo mês pela Prefeitura de Peruíbe para administrar o PS do município, como a compra de medicamentos e a contratação de funcionários foi denunciada de caixa dois no pagamento de médicos.

A ilegalidade está na contratação de plantonistas. Uma médica filmou a entrevista de emprego que teve no PS de Peruíbe. Desde maio, o PS funciona sob o regime de gestão compartilhada, ou seja, a Prefeitura banca 60% de todaa verba.

Para se ter uma ideia do prejuízo, Plínio Melo, do Conselho de Saúde de Peruíbe, disse à TV Tribuna que o PS consome 80% da verba destinada à saúde. “Vimos que médicos prestam plantão e recebem dinheiro sem nenhum tipo de recibo, o que é sonegação fiscal, caixa dois”.

Morreu no PS

Para piorar a situação, a paciente Regina Alves de Souza, de 51 anos, morreu depoisde agonizar no PS. Os médicos que estavam de plantão não a atenderam por alegar greve da categoria, que ainda não viu o salário do último mês.

A família da vítima reclama que ela morreu uma ora depois de dar entrada na unidade.“Disseram que eu deveria levá-la para Itanhaém porque ali ela não seria atendida”, diz ErasmoRodrigues. Nesta segunda, o PS de Peruíbe estava lotado de gente à espera de ajuda, e ninguém falava bem do local.

O pintor Misael de Oliveira só não ficou cego porque desconfiou do diagnósticodado no PS e pagou por uma consulta particular. “Sequer examinaram minha vista e só passaram soro. No fim, tinha uma lâmina de serra enferrujada dentro do meu olho”.

Com relação à chuva de irregularidades, a Prefeitura de Peruíbe informou que determinou o rompimento do contrato e, com isso, retoma o controle total do sistema de saúde. Já a Osep não retorna as ligações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 92 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal