Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

17/09/2012 - Diário do Vale Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal é preso por estelionato e corrupção ativa, em Volta Redonda

Por: Dicler de Mello e Souza


Os portugueses Natanael Vieira Marques, 21 anos, e Isabel Vitoreira Bartolomeu, 18 anos, foram presos nesta segunda-feira, numa casa no bairro Monte Castelo, em Volta Redonda. De acordo com a Polícia, eles vendiam roupas compradas na Rua 25 de Março, em São Paulo, como se fossem de marcas famosas.

Eles foram denunciados por uma mulher que comprou do casal R$ 1,5 mil em roupas. A vítima fez uma transferência bancária (DOC) em nome de Natanael.

A vítima desconfiou da procedência das roupas e, ao colocar o nome de Natanael no Google, descobriu que ele está em liberdade provisória. Em maio deste ano, ele foi preso em Minas Gerais, após vender roupas ao prefeito da cidade de Passabém (MG), José Lourenço.

- Na época, Natanael e Isabel venderam R$ 400 reais em roupas, para o prefeito. Ele falsificou o cheque aumentando o valor para R$ 1,4 mil. Natanael foi preso e Isabel encaminhada para o Juizado da Infância e Juventude, porque tinha apenas 17 anos. A Justiça mineira concedeu liberdade provisória a Natanael para que ele respondesse o processo em liberdade, mas com uma condição dele não sair do Estado de Minas Gerais - explicou o delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Antônio Furtado.

Foi o delegado adjunto Márcio Leandro Figueiroa quem prendeu o casal. O policial foi procurado pela mulher que comprou as roupas dos acusados, que tinham deixado com ela o endereço onde estavam hospedados no bairro Monte Castelo, caso outras pessoas interessassem também em comprar com eles.

Durante a abordagem, eles teriam contado ao delegado que enganavam os clientes dizendo vieram de Portugal e que compraram as roupas de marca em uma feira de modas, em São Paulo. Figueiroa disse ainda que ao dar voz de prisão aos dois, Natanael teria oferecido a ele roupas como jaquetas e camisas sociais, para não ser preso.

- Por isso, indiciei o casal por estelionato e corrupção ativa - disse o delegado Figueiroa.

O policial acredita que os dois acusados integrem uma quadrilha formada por portugueses que estão no Brasil, aplicando o mesmo tipo de golpe. O delegado Antônio Furtado disse que o juiz poderá expulsar do país ou mantê-los presos no Brasil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 95 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal