Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/09/2012 - Campo Grande News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bando falsifica financiamento de mais de 50 motos, avaliadas em R$ 400 mil

Por: Paula Vitorino


Por cerca de 2 anos, uma quadrilha financiou em nomes falsos pelo menos 50 motocicletas, avaliadas em R$ 400 mil, e vendeu as motos para diversos receptadores, principalmente moradores de assentamentos e aldeias indígenas de Mato Grosso do Sul, além de outros estados e países da fronteira.

“As motos sumiam, uma chegou a ser encontrada depois em Mato Grosso, algumas nem eram emplacadas, e os responsáveis que apareciam no financiamento nunca eram localizados”, diz o delegado Walmir Moura Fé.

A ação contava com pelo menos 7 pessoas, que moram em Sidrolândia, sendo dois vendedores de uma concessionária Caiobá da cidade e um despachante, que fazia o serviço de documentação junto ao Detran.

Nesta manhã, os policiais fizeram buscas nas casas dos envolvidos e apreenderam diversos documentos, notebook, onde ficavam os registros de falsificação, 1 motocicleta e 3 carros suspeitos.

A ação contou com policiais da 4ª e 6ª Delegacias de Polícia Civil de Campo Grande, além de policiais de Sidrolândia.

De acordo com o delegado, as investigações começaram no ano passado, quando a concessionária desconfiou dos financiamentos aprovados pelos mesmos vendedores e que nunca eram pagos, nem os proprietários encontrados nos endereços e telefones informados.

“Começamos a investigar e descobrimos que os funcionários faziam parte de uma quadrilha, que utiliza documentos falsos e laranjas para fazer os financiamentos”, explica.

O delegado diz que as motos eram vendidas por preço bem abaixo do mercado. “Uma moto moto CBR 300 foi vendida por R$ 600”, diz.

Os sete envolvidos foram indiciados por estelionato e formação de quadrilha. Um deles tem passagem policial por tráfico de drogas. Até o fim desta semana o inquérito policial deve ser concluído.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 68 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal