Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/09/2012 - Epoch Times Brasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Investidores protestam contra fraude financeira em Tianjin

Por: Gu Qing’er

Arrecadação ilegal de fundos promovida por governo local arruína investidores.

A cidade de Tianjin no norte da China já foi conhecida como o paraíso dos investimentos privados, mas agora se tornou um inferno devido às atividades ilícitas de arrecadação de fundos e roubo de dinheiro investido.

Milhares investidores insatisfeitos protestaram do lado de fora do prédio do governo municipal de Tianjin em 3 e 4 de setembro, alegando que foram enganados pelo governo local.

Tianjin é a terceira maior cidade da China e um centro econômico, às vezes liderando o país no produto interno bruto (PIB).

Mas para os chineses, uma tentativa de capitalizar neste crescimento os deixou de mãos vazias, sem nenhum retorno sobre o investimento ou mesmo seu capital inicial.

Numerosos policiais tentaram dispersar os manifestantes, batendo em vários e levando três mulheres em custódia.

Eles exigiam falar com o prefeito, culpando o governo municipal pelo que alegam ser uma fraude de investimento de larga escala.

Nos dois dias, alguns milhares de pessoas demonstraram em frente ao prédio do governo, entoando o slogan, “Zhang Gaoli, Cui Jindu, devolvam nosso dinheiro”, disse o manifestante Li Peng ao Epoch Times.

Zhang Gaoli é o secretário do comitê municipal de Tianjin e Cui Jindu é o vice-prefeito.

“Havia inúmeros policiais no local. Em 3 de setembro, três manifestantes foram presas e pedimos sua libertação. As autoridades disseram que só considerariam nosso pedido quando deixássemos o prédio do governo”, disse Li Peng.

As mulheres foram libertadas mais tarde naquele dia e os manifestantes afastados do prédio, disse Li Peng. Em 4 de setembro, os manifestantes tinham um negociador para se reunir com funcionários da cidade e esperavam uma resposta.

A Sra. Chen, outra manifestante, disse que a polícia tentou dispersar a multidão oferecendo às pessoas de 500 yuanes (79 dólares).

Ela disse que alguns manifestantes exibiram uma faixa que dizia “Devolta nosso dinheiro suado”, mas a polícia a confiscou, ferindo alguns manifestantes no processo.

Alguns manifestantes mais velhos se ajoelharam em lágrimas, pedindo uma solução para sua perda financeira, disse ela.

“Nós, os investidores de várias províncias, incluindo Shandong, Henan, Tianjin, Mongólia Interior e Zhejiang, exigimos que o prefeito resolva nossos problemas”, disse Chen.

Arrecadação fraudulenta leva à completa perda de fundos

A revista IT Time Weekly (ITTW) informou que o governo de Tianjin em todos os níveis incentivou as pessoas a investirem em fundos de ‘private equity’ (PE) de dezembro de 2010 a outubro de 2011.

“Primeiro a chegar primeiro a ser servido, investimento legal e retorno garantido para seu dinheiro”, dizia o investimento.

A taxa mensal de retorno prometido era alta e as perspectivas de investimento atraentes. Desde que foi promovido pelo governo local, muitas pessoas investiram suas economias de toda a vida nos fundos de PE.

Uma das empresas de PE, a Shenghua Investment Holding Group Co. Ltd, é especializada em meio ambiente, carvão e finanças. Ele detinha ativos totais de cerca de 1 bilhão de yuanes (158 milhões de dólares) em várias subsidiárias localizadas em Tianjin. Estas incluíram o Grupo de Tecnologia Ambiental Meishengyuan Ltda., a Companhia de Carvão Zhongkai e o Fundo de Investimento Shenghua.

Em 30 de julho de 2011, o Fundo de Investimento da subsidiária Grupo Shenghua realizou a última rodada de arrecadação. O problema começou no início de setembro quando a empresa se recusou a pagar o prometido retorno, que depois foi seguido pelo desaparecimento do pessoal da gestão. E, finalmente, a empresa acabou por desaparecer.

No entanto, a Shenghua é apenas um exemplo. Segundo o relatório da ITTW, grandes fundos de PE em Tianjin desapareceram sem deixar rastro, com mais de um milhão de vítimas afetadas e mais de 100 bilhões de yuanes (15,78 bilhões de dólares) roubados.

A magnitude da fraude poderia ter um impacto nacional, representando a maior fraude de PE na China. Muitas famílias foram deixadas em ruínas e a culpa recai sobre o governo de Tianjin.

De acordo com o escritório internacional de advocacia Linklaters, a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR), o corpo principal do planejamento econômico da China, emitiu as primeiras normas nacionais sobre empresas de investimento de capital (EICs, nomeadamente fundos de PE) em 23 de novembro de 2011. As novas regras exigem que as EICs satisfaçam todos os requisitos, enquanto as antigas regras exigem apenas que as EICs com investimento de 500 milhões de yuanes (79 milhões de dólares) ou mais preencham os requisitos.

O relatório do Linklaters disse que as novas regras exigem que as EICs com mais de 500 milhões de yuanes de capital monetário deem entranha na CNDR e as com fundos inferiores também devem se registrar com uma autoridade competente regida pelos governos provinciais.

A repórter Alvina Lopes do Asian Venture Capital Journal (AVCJ) citou estatísticas da CNDR dizendo que houve 1.059 casos de empresas de PE violando regulamentos de arrecadação de fundos em 2011.

Das 2.400 empresas de investimento de PE registradas em Tianjin no final de 2011, mais de 2.000 empresas falharam em cumprir seus procedimentos de registro com as autoridades locais em Tianjin, disse o artigo da ITTW. No primeiro semestre deste ano, mais de 30 estariam envolvidas na captação ilegal de recursos sob o disfarce de investimentos de PE, roubando cerca de 3,35 bilhões de yuanes (529 milhões de dólares) de dezenas de milhares de pessoas em todo o país.

Tem havido frequentes casos de captação ilegal de fundos nos últimos anos em Tianjin.

O Fundo de Investimento Tiankai Xinsheng foi a primeira empresa de investimento de PE acusada de atividade de angariação ilegal de fundos em 2010, depois de ter usado canais de marketing direto para levantar 1 bilhão de yuanes (158 milhões de dólares) de cerca de 9.000 investidores. Em 2011, o investimento fraudulento do Fundo de Investimento Huolimu, que levantou cerca de 1,6 bilhões de yuanes (253 milhões de dólares) de mais de 5.000 pessoas na China, foi exposto em Tianjin.

Até a conclusão deste texto, o governo de Tianjin ainda não havia feito nada para resolver a ampla captação fraudulenta de capital de investimento, assim, centenas de representantes de investidores pediram repetidamente fora do escritório da cidade e também em Pequim.

Li Peng disse que essas empresas de captação de fundos tinham documentos aprovados emitidos pelo governo de Tianjin. Os investidores fizeram os investimentos de PE porque acreditaram no governo. As “empresas de fachada” já se foram e o governo diz que não tem arquivos oficiais ou conhecimento dos investimentos.

“Minha família, amigos e eu investimos em conjunto entre 2 a 3 milhões de yuanes (315.658 a 473.487 dólares). Este dinheiro são todas as nossas economias. Agora, não podemos reaver nem um centavo. Não podemos sobreviver financeiramente”, disse a Sra. Chen impotente.

Li Peng acrescentou, “Muitos idosos investiram dezenas de milhares de yuanes. Alguns investiram mais de 1 milhão ou milhões. Alguns até venderam suas casas, mas não receberam nada em retorno. Apenas na cidade de Xinxiang, na província de Henan, três pessoas se suicidaram.”

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 90 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal