Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/10/2007 - Portugal Diário Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

«Rei dos falsificadores» expõe colecção


O alemão Edgar Mrugalla, conhecido como «o rei dos falsificadores», expõe actualmente cópias suas de obras de pintores famosos numa galeria do Ministério da Economia de Schleswig-Holstein, apesar dos protestos da Associação dos Artistas Alemães, escreve a Lusa.

Numa carta aberta, o presidente daquela associação, Frank Michael Zeidler acusou o governo regional «de incentivar um falsificador» e de «utilizar fundos públicos» numa exposição de «voyerismo popular».

Mas o Ministério da Economia de Schleswig-Holstein considera a exposição «extremamente positiva» e diz que ela está a atrair mais visitantes a Kiel, interessados em admirar as «capacidades técnicas do artista», segundo um porta-voz.

«Todos sabem quem é Mrugalla» e os 60 quadros falsos expostos estão identificados como «falsos», à parte de «cinco autênticos Mrugalla».

Edgar Mrugalla, um berlinense de 69 anos, foi preso em 1987 e condenado a dois anos de prisão por violação de direitos de autor e falsificação.

É autor de 3.500 cópias de cinco dezenas de artistas, nomeadamente de Rubens, Van Gogh, Rembrant, Macke, kokochka, Cézanne, Renoir ou Zille, em pinturas a óleo, aguarelas e gravuras.

A sua actual exposição num ministério regional é considerada uma consagração para o «rei dos falsificadores».

Mrugalla não tem por agora problemas com a justiça, porque cooperou com a polícia na recuperação de obras suas que tinham sido vendidas - foram encontradas 1.500, mas 2000 continuam no mercado - e porque parte da culpa passou para os vendedores de arte.

Nascido em 1938 no seio de uma família com poucos recursos, Edgar Mrugalla começou a pintar em 1969 para aprender as técnicas dos mestres. Hoje tem um museu em Busum (no norte da Alemanha), onde dá aulas de pintura e vende as suas cópias com a identificação «Atelier de falsificações de Mrugalla».

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 443 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal