Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

15/09/2012 - Bonde News / Agência Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso trio que desviava cartões nos Correios


Três integrantes de uma quadrilha que vinha agindo dentro de centros de distribuições dos Correios desviando malotes contendo cartões bancários foram presos, na noite de ontem, por investigadores do 66º Distrito Policial, do Vale do Aricanduva, na zona leste de São Paulo. Os criminosos, todos detidos em casa, foram identificados e encontrados pela polícia após cerca de 20 dias de trabalho investigativo.

Foram presos Carlos Alberto da Silva, de 40 anos, funcionário de um centro localizado na zona leste, José Carlos Pinto, 40, conhecido como "Gordo", que trabalhava em uma unidade da Vila Maria, zona norte, e João Carlos Pimentel Alves de Souza, 29, eletricista que prestava serviços para a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Um quarto bandido, identificado como Gilson dos Santos Pinto, irmão de José Carlos, está foragido. Segundo a polícia, Gilson seria funcionário de uma unidade dos Correios no centro da capital.

"Nossa investigação começou após três boletins de ocorrência sobre assaltos e roubos a viaturas dos Correios, todos coincidentemente ocorridos na nossa região, porém contra veículos da mesma unidade localizada na Vila Maria. Os malotes eram escondidos em armários na central dos Correios e depois os cartões eram repassados para estes que nós prendemos. Temos a identificação de pelos menos outros quatro ou cinco integrantes da quadrilha", afirmou o delegado Arthur Frederico Moreira, titular do 66ºDP.

Com o trio, os policiais apreenderam cerca de 40 cartões, de várias bandeiras, quatro celulares, máquinas de venda a débito e crédito e uma caixa contendo 50 munições para revólver calibre 38. "O esquema vinha funcionando há pelo menos um ano", completou o delegado. Segundo ele, os bandidos, após desviar os cartões durante a triagem dentro dos centros de distribuição, vendia os cartões para terceiros a um valor médio de R$ 150 cada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 466 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal