Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/06/2012 - Ibahia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Produtores do cantor Pablo vão responder por estelionato

A polícia ainda não identificou nenhum dos vândalos e aguarda o resultado da perícia para saber como o fogo foi ateado no veículo.

Um grupo de pessoas que pagou para assistir ao show que o cantor Pablo do Arrocha faria em Una, no Sul do estado, registrou nesta segunda-feira (11) queixa na delegacia da cidade. “A gente vai caracterizar como estelionato porque foi vendido algo que não aconteceu”, disse a delegada Norma Freitas.

O produtor Marcelo Trota e uma mulher identificada como Vânia Freitas da Silva são acusados de estelionato e serão ouvidos pela delegada. Diante do atraso do cantor, várias pessoas que estavam no local atearam fogo em um carro da produção de Pablo, onde eram guardados equipamentos de iluminação.

A polícia ainda não identificou nenhum dos vândalos e aguarda o resultado da perícia para saber como o fogo foi ateado no veículo. Cerca de 500 pessoas são suspeitas de incendiarem o veículo na madrugada do último sábado (9) depois que o cantor se atrasou para um show. A produção do cantor estima o prejuízo em R$ 500 mil.

Segundo a polícia, o show aconteceria no Clube Social de Una, o segundo da noite na agenda do cantor, que antes se apresentaria em Ilhéus, a 60 km de Una. De acordo com os moradores, com o atraso, as pessoas se revoltaram e começaram a vaiar e abandonar o clube.

Por volta das 4h da madrugada, parte do público que ainda estava no clube arremessou garrafas de bebidas no caminhão da produção que havia chegado ao local da festa. Segundo os moradores, eles haviam sido informados de que Pablo não estava junto com a produção. Eles atearam fogo no caminhão. Ninguém foi preso.

Através de sua assessoria de imprensa, o cantor disse que está “muito sentido” com a ação. O cantor ressaltou que o ocorrido não foi uma atitude de fã e sim de vandalismo. A produção de Pablo alegou que o atraso foi de 15 minutos. Já moradores de Una reclamaram que seis horas após o previsto o show ainda não tinha começado. Neste domingo (10), ele fez show em Amargosa e Campo Formoso. Hoje, vai tirar o dia de folga.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 61 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal