Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/09/2012 - Bonde News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Prefeito de Londrina também é investigado por fraude

O nome de José Joaquim Ribeiro (PSC) foi citado em três depoimentos de envolvidos em suposto esquema fraudulento.

O atual prefeito de Londrina, José Joaquim Ribeiro (PSC) também está sendo investigado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). De acordo com a rádio Paiquerê AM, ele foi citado durante os depoimentos colhidos no inquérito que apura supostas fraudes na compra de uniformes da prefeitura de Londrina. leia mais
28/08/2012 - Empresários são presos pelo Gaeco em Londrina31/08/2012 - Londrina: empresário foragido se apresenta ao Gaeco03/09/2012 - Justiça revoga prisão de empresários detidos em Londrina

Nesta quarta-feira (4), o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) decidiu assumir a competência no caso porque os depoimentos de três dos quatro empresários acusados de participarem do esquema fraudulento apontaram o envolvimento de um agente público com foro privilegiado. A análise da competência havia sido solicitado pelo próprio Gaeco na segunda-feira.

A partir de agora, o inquérito continua sendo realizada pelo Gaeco mas toda medida a ser adotada no inquérito precisa ser autorizada pelo TJ-PR.

O nome da pessoa envolvida no esquema e que tem foro privilegiado não foi revelado até o momento.

Dos quatro empresários acusados apenas Marcos Divino Ramos, proprietário da G8, permanece preso. Os demais foram libertados porque estão colaborando com as investigações da compra por carona.

Na manhã de hoje, prestaram depoimento na sede do Ministério Público o ex-secretário de Fazenda, Lindomar dos Santos e o empresário Wilson Yoshida. Além de Yoshida, Pedro Bresciani e José Lemes estão respondendo processo em liberdade. O inquérito deve ser concluído até amanhã.

Na tarde desta quarta-feira, o advogado do prefeito de Londrina, Paulo Nolasco, foi até o Gaeco, por volta das 16h, para pedir a anulação do depoimento de Ribeiro, que foi ouvido fora da sede do Ministério Público na segunda-feira (3) sem o acompanhamento de um advogado. (Com informações da rádio Paiquerê AM)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 377 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal