Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/08/2012 - Bonde News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Lindomar culpa secretarias de "origem" por pagamentos


O secretário de Fazenda, Lindomar dos Santos, prestou um longo depoimento na manhã desta sexta-feira (31) ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que investiga fraudes em licitações no esquema de fornecimento de uniformes escolares para Prefeitura de Londrina.

Lindomar, que também fez parte do secretariado do ex-prefeito Barbosa Neto (PDT), chegou ao local às 11h. Após o termino da oitiva, por volta das 13h10, o secretário de Fazenda negou que recebeu propina, conforme acusação da ex-secretária de Educação, Karin Sabec.

Em entrevista coletiva, concedida no período da tarde no gabinete do prefeito José Joaquim Ribeiro (PSC), Lindomar disse que no depoimento Karin afirma que "ouviu falar" que R$ 150 mil seriam pagos à Secretária de Fazenda, versão que foi rebatida por Lindomar. "Na verdade foi o inverso. A secretaria segurou o pagamento para verificar a qualidade dos produtos", lembrou.

Ele recordou que o pedido de compra retornou para as secretarias de origem que convalidaram e reafirmaram a qualidade e quantidade dos kits, o que embasou a liberação de recursos para pagamento das empresas. "Fizemos a nossa parte que é devolver o processo para as Secretarias de origens (Educação e Gestão Pública), para que se manifestassem acerca dos problemas. Quando as secretarias convalidaram o processo, nós liberamos o pagamento", disse.

Segundo o secretário de Fazenda, o empresário José Lemes foi até a prefeitura por 15 vezes por causa da negativa de pagamentos. De acordo com ele, o encontro foi de portar abertas com a presença de outro funcionário da pasta. Lindomar ainda garantiu a abertura de sigilo telefônico, bancário e fiscal se solicitado pela investigação.

Além do secretário de Fazenda, os advogados Sebastião Ferreira e Ingridy Borges, que representam empresários investigados, também prestaram depoimento no Ministério Público (MP). Eles foram acompanhados por integrantes da OAB-Londrina. O presidente da entidade, Elizandro Pellin, afirmou que os advogados compareceram como "declarantes" no processo e ressaltou que os dois não são testemunhas ou investigados.

Depoimento nesta tarde

O ex-secretário de Gestão Pública, Fábio Reali, chegou ao Ministério Público (MP) aproximadamente às 15h45. Antes de iniciar a oitiva, Reali disse à imprensa que vai apresentar ao Gaeco documentos que comprovam que ao ser comunicado das suspeitas de irregularidades pela Controladoria, ele suspendeu os pagamentos das empresas envolvidas no fornecimento dos kits escolares.

Reali afirmou que não conhece os empresários investigados. Além disso, ele revelou que se encontrou em um gabinete da secretaria com a advogada Ingridy Borges, que fez uma "cobrança profissional" pela liberação dos recursos suspensos.

O ex-secretário foi afastado pela Justiça do cargo de técnico de gestão na última terça-feira (31), quando três empresários foram presos. (Colaborou o repórter da Folha de Londrina, Edson Ferreira)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 270 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal