Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/10/2007 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Esquema de falsificação passa por produtoras, afirmam ambulantes

Por: Luisa Belchior


O esquema de cópias ilegais de DVDs que abastece os vendedores de piratas do centro do Rio de Janeiro tem nas produtoras de filmes seu ponto de partida, dizem dois homens que trabalham no mercado informal. Sem se identificar, eles relataram à Folha o caminho que os piratas percorrem até chegar à mão do consumidor.
Um dos "pirateiros", que está no ramo há cinco anos, afirma que todos os DVDs vendidos no centro do Rio são originários de cópias feitas em estúdios e produtoras por onde o filme passa. "Sempre tem alguém que faz [as cópias] lá dentro [nas produtoras]", afirma.
Questionado sobre como os vendedores da área conseguem ter em mãos cópias de filmes ainda não lançados no cinema, diz: "Aí entra a "treta'".
Segundo os dois "pirateiros", uma cópia é feita nas produtoras e repassada a centrais, que vão pulverizá-la. Nenhum dos dois quis falar sobre a localização dessas centrais e o número de pessoas que trabalham nelas. Já transformados em várias cópias, os DVDs são então entregues para "distribuidores", que vendem o produto ilegal para os vendedores ambulantes "in loco".
As cópias, afirmam os "pirateiros", são repassadas diariamente por esses "distribuidores" todas as manhãs pelas ruas do centro do Rio.
Para despistar a polícia e evitar prejuízos se forem presos ou tiverem suas mercadorias apreendidas, os vendedores circulam com poucas cópias na bolsa. "Se me pegarem, só estou com umas 20 cópias. Não é nada", diz um deles.
Ele afirma que, por dia, saem pelo menos 30 cópias só do filme "Tropa de Elite", a R$ 10 cada uma. "Se o movimento está bom, chega a 50 [cópias] ao dia", conta ele, que trocou o mercado formal para vender produtos piratas há cinco anos.
O lucro dos vendedores em cada DVD é de 100%, já que cada cópia sai das mãos dos "distribuidores" por R$ 5.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 300 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal