Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

27/08/2012 - Aquidauana News / MS Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresa é condenada a pagar R$ 5 mil por fraude em cartão


O juiz titular da 8ª Vara Cível de Campo Grande, Ariovaldo Nantes Corrêa, julgou procedente a ação indenizatória movida por I. M. R. dos S. contra a empresa Magazine Luiza - Luizacred S/A Sociedade de Crédito, Financiamento e Investimento, que foi condenada ao pagamento de R$ 5.000,00 por danos morais.

Consta nos autos que a autora alegou ter sido surpreendida com a restrição de seu nome no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em razão de diversas dívidas, dentre elas, uma no valor de R$ 2.307,00, debitados em um cartão da empresa Magazine Luiza - Luizacred S/A .

Desconhecendo a dívida, I. M. R. dos S. registrou boletim de ocorrência sobre a fraude, negou ter adquirido o cartão administrado pela ré e ajuizou ação contra a empresa pedindo a declaração da inexistência do débito e indenização por danos morais por ter seu nome negativado indevidamente.

Em contestação, a empresa alegou que a autora utilizou o cartão administrado pela Luizacred S/A e que não há provas sobre a inexistência da dívida e da prática do ato ilícito.

Conforme análise do juiz “verifica-se que a autora alegou a inexistência de sua culpa e a falta de prova do evento danoso, mas não trouxe para os autos qualquer documento que comprovasse a regularidade do contrato que deu origem ao débito indicado alhures e a inscrição no SPC”.

Sendo assim, o juiz considerou os argumentos apontadas pela autora e declarou a inexistência do débito de R$ 2.307,00, condenando a empresa ao pagamento de R$ 5.000,00 por danos morais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 246 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal