Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

26/08/2012 - Jornal Floripa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Itália busca enterrar novo caso de corrupção sem apagar antigo


O futebol italiano tenta a partir hoje esquecer seu mais recente escândalo sem nem ter superado completamente a crise de corrupção anterior.

A temporada 2012/13 do Calcio começa envolta a um gigante esquema de manipulação de resultados, que provocou perda de pontos, rebaixamentos, suspensões e prisões. E ainda sentindo os efeitos da hecatombe de 2006.

Prova disso é que a Juventus, protagonista do penúltimo escândalo e atual campeã, abdicou de usar estrelas em cima do distintivo na camisa em forma de protesto.

O título da temporada passada, o primeiro desde o caso que provocou seu rebaixamento, foi o 30º do clube, o que lhe daria direito de usar três estrelas. Mas como teve dois troféus cassados devido à corrupção, só poderia estampar duas estrelas no logo.

A mancha da crise de 2006 ainda alcança as bilheterias. O campeonato nunca mais conseguiu chegar à média de 26.098 pessoas por jogo de 2004/05, a última edição antes do efeito moral provocado pelas denúncias e provas de uma liga cheia de sujeira.

Na última temporada, afetada também pelo desmoronamento financeiro do país, a média de público ficou um pouco abaixo de 22.500.

Se em 2006 o esquema tinha um objetivo principal esportivo, de favorecer os maiores clubes do país, em especial a Juventus, e passava pela comissão de arbitragem, desta vez a origem do escândalo é externa ao futebol.

Em junho do ano passado, a polícia italiana descobriu a existência de uma rede de fabricação de resultados envolvendo subornos a jogadores, dirigentes e técnicos para favorecer apostadores ilegais.

O escândalo começou nas divisões inferiores, com jogadores e equipes pouco conhecidas, foi crescendo durante a última temporada e explodiu neste verão europeu.

Às vésperas do início da Eurocopa, em junho, a polícia visitou a concentração da seleção italiana para notificar o lateral esquerdo Domenico Criscito, cortado em seguida da equipe nacional.

O zagueiro Bonucci e o meia Pepe, outros dois habitués da seleção, também tiveram de prestar depoimentos por supostamente estarem envolvidos no escândalo.

O técnico da Juventus, Antonio Conte, foi suspenso por dez meses de atividades no futebol porque conheceria a armação de um jogo do Siena, quando dirigia o clube.

No total, mais de 110 jogadores, treinadores e dirigentes foram suspensos e foram aplicas mais de 50 punições, entre multas, perdas de pontos e rebaixamento, a clubes de todos os escalões do país.

Houve ainda a prisão de nomes importantes da Itália, como o ex-atacante Giuseppe Signori, o meia Cristiano Doni, capitão da Atalanta, e o armador Stefano Mauri, dono da braçadeira da Lazio.

E o escândalo ainda não acabou. As investigações continuam sendo feitas e novos julgamentos estão agendados, deixando o campeonato que começa hoje em segundo plano.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 157 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal