Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/08/2012 - Jornal A Voz da Cidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mais de 2 mil itens de produtos sem nota e falsificados são apreendidos


BARRA MANSA

Um ônibus de uma empresa de turismo do Rio de Janeiro foi detido no final da noite de terça-feira por policiais do 28º Batalhão de Polícia Militar (BPM) na Rodovia Presidente Dutra, na altura de Barra Mansa. Mais de dois mil itens entre camisas de futebol, camisas diversas, meias, cuecas, bermudas, celulares e relógios falsificados ou sem nota fiscal foram apreendidos no interior do ônibus.

O veículo teria conseguido furar a Operação Barreira Fiscal, da Secretaria de Governo, porém, a equipe da operação que é composta por membros Secretaria de Fazenda, Polícia Militar e Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) entrou em contato com o 28º BPM e informou as características do veículo suspeito.

Os policiais pararam o veículo e ele foi levado junto com os passageiros para a 90ª Delegacia de Polícia. Segundo o inspetor que atendeu o caso, o material apreendido pertencia a 19 passageiros, homens e mulheres, de idades entre 19 e 50 anos. Todos os envolvidos foram ouvidos, inclusive o motorista do veículo e a agente de viagem que estava como responsável pelos passageiros.

O material apreendido com indícios de serem falsificados será encaminhado à Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), em São Cristóvão. A conclusão do registro de ocorrência ficou comprometida, pois o sistema onde o registro é feito saiu do ar por volta das 00h30min de ontem e até as 11 horas da manhã ele ainda não tinha retornado e não havia previsão de quando voltaria.

Em nota, o Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do RJ informou que a Operação Barreira Fiscal disponibiliza de meios para coibir possíveis fugas através de rotas alternativas nas estradas, como, por exemplo, monitoramento feito por câmeras junto com observadores virtuais e reais. Além disso, os agentes também checam denúncias da população.

No caso da apreensão realizada na noite desta terça-feira, a empresa de transporte já vinha sendo monitorada, desde que um outro veículo foi apreendido e os ônibus da empresa em questão pararam de circular pela via principal. Portanto, os agentes já estavam posicionados à paisana na via alternativa. Ao identificarem o veículo suspeito, eles acionaram a PM e, em trabalho conjunto, foi feito o bloqueio do veículo, identificado pela placa, mais à frente.

A Operação Barreira Fiscal está sendo realizada em conjunto com a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) desde 27 de julho, com o projeto "Cargas Piratas Zero".

Outros casos

Na semana passada a Operação Barreira Fiscal apreendeu mais de 5 mil mercadorias sem nota fiscal ou falsificadas no Posto de Nhanpagi, em Itatiaia. A maior parte foi apreendida na terça-feira, dia 7, quando os agentes da operação pararam um ônibus fretado que estava transportando passageiros de São Paulo para o Rio de Janeiro.

Na bagagem os agentes encontraram aparelhos eletrônicos, roupas, bolsas e celulares. Das 5.350 mercadorias encontradas, 1.830 estavam sem documentação fiscal. As outras 3.520 ficaram retidas, pois apresentavam indícios de serem falsificadas.

No final da semana, durante a madrugada de sexta-feira, dia10, os agentes pararam ônibus de linha interestadual que seguia de São Paulo para Cachoeira de Itapemirim, no Espírito Santo. No veículo foram encontrados brinquedos, bonés, toalhas e pulseiras de marcas registradas com indícios de falsificação. O material foi levado à 99ª Delegacia de Polícia (Itatiaia).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 147 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal