Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

08/08/2012 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Claro é condenada a indenizar em R$ 12 mil cliente vítima de fraude

Golpista usou o nome do cliente para registrar linha de celular no norte de Minas.

Um morador de Formiga, no centro-oeste mineiro, deve ser indenizado em R$ 12 mil pela Claro por ter sido vítima de fraude que o impediu de obter financiamento há três anos.

Em março de 2009, ele tentou obter um financiamento imobiliário na Caixa Econômica e foi impedido porque seu nome constava em uma lista de proteção ao crédito. No registro do Serasa constava que a operadora Claro havia pedido a inclusão do nome do cliente por falta de pagamento em uma linha registrada em Araçuaí, no norte de Minas. O cliente nunca havia habilitado o serviço.

Em primeira instância, os danos morais foram fixados em R$ 4.500, mas o cliente pediu a alteração do valor. A Claro contestou a decisão, com o argumento de que a inclusão no Serasa foi baseada na lei.

O juiz 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Rogério Medeiros, fixou o novo valor da indenização ao comprovar “a conduta lesiva da operadora, que não tomou as precauções devidas para impedir a ação criminosa do estelionatário, o que efetivou a negativação indevida junto à Serasa”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 101 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal