Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/10/2007 - Portal Terra / O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Rio: Justiça manda prender grupo suspeito de golpe

Por: Adriana Cruz


Está na mira da Delegacia de Defraudações mais uma quadrilha especializada em superfaturar títulos falsos para aplicar golpes no mercado. Idosos se transformaram nos principais alvos do grupo ¿ formado por 10 pessoas. Durante a Operação Mitose (divisão de células), agentes da especializada passaram o dia de ontem em busca dos integrantes do bando. Eles tiveram a prisão preventiva decretada quinta-feira pelo juiz Alexandre Abrahão, da 35ª Vara Criminal do Rio. O magistrado aceitou denúncia da promotora Dora Beatriz Wilson da Costa contra os acusados, que responderão por estelionato e formação de quadrilha.

Segundo o delegado Fernando Vilapouca, para atrair idosos, os criminosos ligavam para portadores de títulos antigos, como Cruzeiro do Sul Hotéis Clube e Minas Gerais S/A. "A partir daí, ofereciam títulos falsos com direito a estadia em hotéis e pousadas. Para isso, cobravam taxas de R$ 1 mil a R$ 7 mil", explicou. Vilapouca acredita que mais de 100 idosos tenham caído no golpe.

Uma das vítimas, 78 anos, perdeu R$ 700 mil. Para convencer a aposentada a investir no negócio, os estelionatários alegaram que os títulos seriam comprados por empresários estrangeiros. "Eles simulavam estar negociando com americanos. A pessoa chegava ao escritório e um dos acusados fingia que estava falando em inglês ao telefone. Era teatro", relatou Vilapouca.

Viagens para os EUA

As vítimas que o bando considerava como bons investidores iam até para Miami (EUA). "Teve gente que foi para os EUA, o próximo passo seria Europa. Imagina: você paga R$ 700 mil, com seu próprio dinheiro, eles garantiam passagens e hospedagens."

Os foragidos são: Paulo Roberto Mendes de Moraes; Giovana de Souza Almeida; Mário Eduardo do Nascimento; André Luiz Xavier Silva; Priscila Mendes Moraes Nunes; José Ednaldo Mendes Júnior; Luzia Maria Câmara; Maria Amélia de Souza Almeida; Luiz Guilherme Oliveira Souza e Jorge Luiz Cabral de Oliveira. Eles são acusados de vender títulos da Férias Card Clube de Turismo e Lazer, Aquarius Clube e Unamar Clube.

A polícia já desbaratou outras quadrilhas que aplicavam o mesmo o golpe, entre elas a que atuava pela empresa American Tour Club, fechada ano passado. O bando teria roubado mais de R$ 30 milhões.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 597 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal