Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/10/2007 - O Tempo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dupla usa oração para aplicar golpe

Por: Ernesto Braga


Há cerca de uma semana, duas mulheres aparentando ter entre 20 e 25 anos de idade estão aplicando golpes no bairro Padre Eustáquio, região Noroeste de Belo Horizonte, onde moram cerca de 14 mil pessoas. Se passando por representantes da igreja que leva o nome do bairro e afirmando terem sido enviadas por uma conhecida ministra da eucaristia, com mais de 20 anos de atuação na paróquia, as golpistas batem nas residências e pedem dinheiro aos moradores. Em pagamento, propõem fazer orações e aproveitam para roubar dinheiro, cartões bancários e objetos pessoais das vítimas. Elas já estiveram em pelo menos quatro casas do bairro.

O alerta do golpe está sendo dado ao final das missas pelo padre Lúcio Dumont Prado, provincial da igreja Padre Eustáquio. Ele ressaltou que todos os donativos são entregues diretamente na igreja e que as visitas de membros das pastorais às residências são comunicadas previamente nas celebrações. O padre orientou os fiéis a não darem dinheiro ou outros donativos sem consultar a paróquia.

A religiosa cujo nome está sendo usado pelas golpistas tem 80 anos de idade e está bastante assustada com a ousadia das criminosas. Segundo ela, que prefere não ser identificada, as mulheres estiveram em residências das ruas Humaitá, Francisco Bicalho e Cesário Alvim. Em todas elas moram poucas pessoas.

As vítimas são mulheres entre 67 e 90 anos e ligadas à igreja. "Elas chegam falando que moram no bairro e me conhecem. Dizem que precisam de dinheiro para o tratamento do pai, que teve a perna amputada. Falam que conseguiram um pouco dinheiro na igreja e eu as orientei a pedir mais na casa das fiéis", disse a religiosa.

Dentro das residência, as golpistas oferecem para fazer uma oração em retribuição. "Uma mulher fica prendendo a pessoa na sala, com a oração, enquanto a outra pede para ir ao banheiro. A ousadia é tanta que aconteceu de uma delas se levantar e sair andando pela casa, sem pedir licença", afirmou a ministra.

Segundo ela, a criminosa aproveita a distração da vítima para vasculhar o imóvel. Em um deles foram roubados R$ 1.050. "Roubaram uma pessoa idosa, doente e que mora sozinha. O curioso é que elas já chegam na casa sabendo o nome da pessoa. Será que eu vou ficar o dia inteiro rezando e à noite vou mandar roubar a casa dos outros?", ressaltou. Em outra residência, as golpistas roubaram R$ 70 e um relógio que estavam dentro da gaveta de um criado-mudo, no corredor.

Senha

As falsas missionárias também estiveram no apartamento de uma aposentada de 67 anos, que há dez anos é colaboradora na igreja de Padre Eustáquio. "Elas chegaram na última sexta-feira, por volta das 18h30, tocaram o interfone e pediram para rezar o terço. Uma pediu para ir ao banheiro e alegou que estava grávida. Notei que ela estava demorando demais, mas não tinha como eu bater na porta do banheiro", observou a vítima. A bolsa da aposentada foi revirada e ela teve vários cartões bancários roubados.

Pouco tempo depois, a aposentada recebeu um telefonema. Do outro lado da linha havia uma voz feminina. "Disseram que era do meu banco e que estavam precisando da minha senha para fazer algumas mudanças na minha conta. Chegaram a dizer um número com quatro dígitos para que eu confirmasse. Achei muito estranho, por causa do horário, e me neguei a dizer a senha. Imediatamente desligaram o telefone", disse a aposentada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 355 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal