Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

04/08/2012 - Público.pt - Última Hora / Lusa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Sindicato da construção alerta para promessas falsas de trabalho no Canadá


O presidente do Sindicato da Construção, Albano Ribeiro, alertou neste sábado para a existência de “redes mafiosas” que se apropriaram do nome de uma empresa canadiana e estão a proceder a um falso recrutamento de trabalhadores para aquele país.

“Vieram trabalhadores ao sindicato, que foram contactados por redes mafiosas com ligações ao Canadá e a Portugal, prometendo trabalho com o visto de turista”, contou Albano Ribeiro à Lusa.

O sindicalista foi contactado em Junho por uma “empresa idónea” do Canadá que pretende “recrutar cerca de 400 trabalhadores”, frisando que apenas a partir de Setembro serão feitas as sessões de selecção e de esclarecimento.

“Essas redes mafiosas, com ramificação em Portugal e no Canadá, estão a utilizar o nome dessa empresa e a cobrar 500 euros aos operários qualificados e 300 euros aos não qualificados [para o visto] e utilizando o nome do sindicato”, alertou Albano Ribeiro que adiantou ter já pedido a intervenção da Polícia Judiciária.

O dirigente sublinhou que se trata de uma “burla” e que os trabalhadores se estão a “endividar” para poderem pagar as quantias pedidas pelo “visto de turista” que, alertou, “não dá acesso ao Canadá”, sendo mesmo necessário um contrato de trabalho.

O Canadá vai recrutar um mínimo de 400 trabalhadores portugueses da construção, oferecendo salários dez vezes superiores aos praticados no mercado de trabalho interno e condições que, em princípio, agradam ao Sindicato da Construção, anunciou fonte sindical a 14 Julho.

As informações dadas ao sindicato pela consultora de imigração no Canadá Yolanda Simão indicam que os trabalhadores serão contratados por dois anos e que, após os três primeiros meses de actividade, poderão levar as suas famílias, com garantia de alojamento.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 167 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal