Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

26/07/2012 - A Bola Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cinco condenados por fraude no Exército


As penas a que foram sujeitos cinco dos 11 arguidos do chamado caso da fraude da saúde no Exército variam entre um ano e dois meses e cinco anos de prisão.

Seis arguidos foram absolvidos, mas os restantes foram condenados por falsificação e burla informática.

O caso veio a público após denúncias de elementos do Exército e foi investigado pela Polícia Judiciária durante cinco anos.

O tribunal deu como provado que os condenados lesaram o Estado em milhares de euros, no âmbito de uma fraude na faturação da Assistência na Doença aos Militares do Exército (ADME).

O esquema montado pelos militares envolvia a duplicação de recibos de despesas de saúde, no âmbito da ADME. Estes atos permitiam que os condenados recebessem o dobro em atos médicos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 308 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal