Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

24/07/2012 - Diário de Pernambuco / Agência O Globo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação detém suspeita de aplicar "Boa noite, Cinderela"


Policiais da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (DEAT) prenderam Tatiana Augusto Gomes, em operação nesta terça-feira o município de Itaguaí, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Ela é acusada de integrar uma quadrilha especializada em aplicar o golpe conhecido como "Boa noite, Cinderela" para dopar estrangeiros e roubar seus pertences. Contra a criminosa, havia um mandado de prisão preventiva pelos crimes de roubo, estelionato, formação de quadrilha e rufianismo. A operação já havia prendido 19 pessoas, na semana passada.

A delegacia iniciou as investigações há três meses. Dezesseis pessoas foram presas de uma vez no último dia 14. O bando, formado por 12 mulheres e quatro homens, era especialista também no golpe chamado de “Ctrl C” — comando do computador que copia o texto. Nesta nova modalidade de crime, mulheres na condição de garotas de programa decoram as senhas dos cartões de seus “clientes” e fazem transações com os mesmos, em máquinas pessoais.

Segundo o delegado Alexandre Braga, as prostitutas propunham que os programas sexuais fossem em grupo. Enquanto algumas entretinham os estrangeiros, outras se aproveitavam da distração alheia e furtavam os cartões, que eram passados para outras cúmplices, posicionadas em lugares estratégicos. Essas últimas, munidas de máquinas portáteis, passavam os cartões em valores aleatórios e decrescentes, como se fossem compras, até conseguirem zerar a conta das vítimas. Com as transações feitas, os cartões voltavam para as carteiras de seus donos, que muitas vezes só percebiam os estragos no aeroporto.

O grupo, que agia em áreas como Ipanema, Copacabana e Lapa, foi descoberto através de depoimentos de alguns turistas. Para desmontar a quadrilha, mais de 50 policiais se infiltraram em bares das Zona Sul, do subúrbio, e da Avenida Brasil. A polícia vai continuar com as investigações. As mulheres serão condenadas por formação de quadrilha, roubo com causa de aumento de pena e furto qualificado. Já aos homens que integravam o bando — muitas deles namorados das mulheres — serão imputados por participação no crime.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 105 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal