Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

24/07/2012 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso trio acusado de clonar cartões de créditos


A Polícia Militar de Castanhal prendeu em flagrante na noite de domingo (21), três pessoas acusadas de aplicar golpes contra uma agência bancária da Caixa Econômica Federal. O trio usava equipamentos modernos para falsificar cartões e registrar as senhas dos correntistas.

Uma atitude suspeita foi suficiente para que um cliente da Caixa desconfiasse da ação dos bandidos e chamasse a PM. Era por volta das 21h30, quando a guarnição chegou à agência e encontrou o trio tentando remover os equipamentos deixados nos caixas eletrônicos. Recharlisson Castro Moreira e José Carlos dos Santos foram presos em flagrante. Do lado de fora da agência, estava Juliana Rodrigues, esposa de José Carlos, responsável por dar o suporte para os dois no interior do banco.

O trio foi conduzido para a Superintendência da Polícia Civil do Salgado, que apreendeu vários materiais usados para falsificar cartões bancários. “Os bandidos tinham colocado em dois caixas eletrônicos um aparelho chamado de chupa cabra. Era através dele que o código magnético dos cartões eram clonados”, explicou o delegado Luiz Xavier.

A audácia do trio foi muito além de apenas clonar cartões. Para eles, obter as senhas e controlar as contas dos clientes da agência era fundamental. Por meio de um furo, quase imperceptível, os bandidos instalaram uma microcâmera na máquina e descobriam a senha dos usuários do banco. “Eles são extremamente inteligentes. Filmavam a movimentação da máquina que estava com o ‘chupa cabra’. Dependendo do cliente, o golpe era feito. Com os dígitos da conta, eles poderiam fazer qualquer saque”, disse o delegado.

A ação rápida da PM foi importante, pois evitou mais golpes. De acordo com a Polícia Civil, os bandidos são do Rio Grande do Sul (Recharlisson), Distrito Federal (José Carlos) e Maranhão (Juliana). O trio estava em dois hotéis de Castanhal desde quinta-feira e esperava geralmente o horário mais calmo nas agências para acompanhar o golpe. Através de uma luneta de longo alcance, eles monitoravam a movimentação da polícia. “Esse equipamento permite que eles acompanhem a ação da polícia em uma distância mínima de dois quilômetros. Se fossemos sair no encalço deles, com certeza eles fugiriam ou se esconderiam”, contou Luiz Xavier.

A Polícia Civil informou que o trio também tentou instalar o ‘chupa cabra’ no supermercado Yamada Plaza. Apesar da audácia, os bandidos fizeram apenas um saque de R$ 2 mil e foram logo descobertos. Vários computadores foram apreendidos no hotel com instruções de como aplicar o golpe e a movimentação dos clientes da agência. “Estamos investigando a participação de mais gente envolvida nesses golpes. Vamos analisar as imagens do circuito interno do banco e as que foram apreendidas com os próprios acusados, para saber se existe o envolvimento de possíveis comparsas”, concluiu o delegado.

Recharlisson Castro e José Carlos dos Santos foram transferidos para o Centro de Recuperação de Castanhal, onde estão à disposição da Justiça. Já Juliana Rodrigues foi transferida para o presídio feminino de Ananindeua.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 248 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal