Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

21/07/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Costureira descobre golpe de clonagem de cartões

Mulher suspeitou de irregularidades no equipamento e acionou a PM. Material foi apreendido, mas nenhum suspeito foi localizado.

A Polícia Militar apreendeu, na tarde deste sábado (21), um aparelho que clona cartões em caixas eletrônicos, conhecido popularmente como “chupa cabra”, em um caixa eletrônico de uma agência bancária na Avenida João Pinheiro, em Poços de Caldas (MG).

Segundo a Polícia Militar, uma costureira que estava no banco suspeitou de irregularidades no aparelho e acionou os militares.

Na agência, a PM confirmou o golpe e apreendeu os aparelhos que eram utilizados. A mulher e um homem que estava no banco, no momento do ocorrido, foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil, onde prestaram depoimentos e foram liberados.

De acordo com a polícia, ainda não há pistas sobre suspeitos, mas as imagens do circuito interno do banco serão analisadas.

Entenda o golpe

O modo de ação dos bandidos, de acordo com a polícia, é segurar o cartão dos clientes e por meio de um telefone, adquirir a senha.

Ainda segundo a PM, os bandidos implantam um equipamento no caixa eletrônico, com um ímã, que segura o cartão do cliente e ao lado deixam um aparelho telefônico semelhante aos utilizados antigamente pelos bancos, no entanto, dentro do telefone é colocado um celular.

Quando o cartão das vítimas fica preso no caixa eletrônico, uma outra pessoa chega ao banco e se dizendo vítima, liga, usando o telefone instalado pelos bandidos e passa os dados a uma suposta agência, na tentativa de bloquear o cartão.

Vendo isso, a vítima copia o procedimento e passa os dados pessoais pelo telefone, entretanto, quem atende a ligação são pessoas da própria quadrilha que se passam por funcionários do banco.

Ainda de acordo com a polícia, o golpe termina quando o cliente deixa a agência e os bandidos voltam, para retirar o cartão engolido pela máquina. Com o cartão e os dados, eles tem como fazer saques em nome da vítima.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 126 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal