Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

19/07/2012 - Último Instante / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Depois do Barclays, Bank of America é investigado por fraude na Libor

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos afirmou que em 2008 atuou com rapidez e foi contundente ao alertar sobre a possibilidade de manipulação da taxa de referência.

O Bank of America reconheceu nesta quarta-feira que também está sendo investigado pelas autoridades em relação ao escândalo de manipulação da taxa básica de juros do mercado interbancário Libor.

"Igual a outros bancos, recebemos e estamos cooperando com as perguntas que chegaram a nós por meio de órgãos reguladores nos Estados Unidos e fora do país", afirmou o diretor financeiro do banco, Bruce Thompson, ao apresentar as contas do segundo trimestre.

Thompson também reconheceu em uma conferência com investidores e analistas que o Bank of America é um dos bancos que está sendo investigado em um dos casos de litígios judiciais abertos pelo procurador-geral de Nova York, Eric Schneiderman.

"Como se trata de um assunto que ainda está em curso, não há muito mais o que dizer a respeito neste momento", disse o diretor financeiro, que contou que o Bank of America contribui com as estimativas fixadas diariamente pela Libor.

O Bank of America se soma a outras entidades que estão sendo investigadas por um escândalo que veio à tona em 27 de junho, quando reguladores do Reino Unido e dos Estados Unidos multaram o banco britânico Barclays por manipular o Libor.

Ainda nesta quarta-feira, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, afirmou que em 2008, quando era chefe do Federal Reserve (FED) de Nova York, atuou com rapidez e foi contundente ao alertar sobre a possibilidade de manipulação da taxa de referência.

A sede regional do Fed em Nova York, que tem papel-chave na regulação de Wall Street, reconheceu em abril de 2008, através da revelação de um funcionário, que o Barclays manipulava a Libor.

"Fizemos o correto e o necessário. Fomos rápidos e contundentes desde o princípio", disse Geithner, que esteve no comando do FED de 2003 a 2009, à rede de televisão "CNBC".

Por sua vez, o presidente do Fed, Ben Bernanke, admitiu na terça-feira, em seu primeiro dia de pronunciamente no Senado, que o sistema de fixação da Libor tem "erros estruturais" e não se pode dizer que seja "completamente confiável".

O Bank of America anunciou hoje que no primeiro semestre lucrou US$ 2,426 bilhões (R$ 4,9 bilhões), frente às perdas de US$ 7,388 bilhões (R$ 15 bilhões) no mesmo período do ano passado, e atribuiu a melhora de sua receita a créditos hipotecários.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 91 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal