Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

13/07/2012 - Midiamax Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso palhaço preso em MS, chegou a ir para Brasília em nome de hospital

Por: Diego Alves


O falso palhaço, Emerson José Boldi que se dizia representante do Hospital do Câncer de Barretos foi preso às 16h desta quinta-feira (12), em Aparecida do Taboado (467 km de Campo Grande), por estelionato e falsidade ideológica.

Enganando um membro do Rotary Club, Emerson chegou a ir para Brasília onde protocolou ofícios pedindo a designação de médicos oftalmologistas, junto aos gabinetes dos deputados federais de MS, usando fraudulentamente, o nome da associação.

Inclusive, o mesmo também foi ao gabinete deputado federal Tiririca, onde tirou fotos e usou do mesmo artifício.

Emerson chegou em Aparecida do Taboado no final do mês passado. Durante um leilão beneficente ao Hospital do Câncer de Barretos, o estelionatário se identificou como membro do grupo “Doutores da Alegria”.

O falso palhaço também disse que era rotariano e maçom.

Boldi usava roupas de palhaço e brincando com as crianças e o público em geral, conseguiu a confiança das pessoas. Nesta quinta-feira (12), o autor conseguiu R$ 120 de um comerciante que ficou sensibilizado.

Diante das desconfianças, Emerson foi preso em um hotel da cidade. O falso palhaço tem passagens no estado de Mato Grosso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 408 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal