Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

05/07/2012 - Expresso MT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cambistas detidos com ingressos falsos responderão por estelionato

Dois vendiam por R$ 2 mil cada um dos bilhetes do Corinthians em SP. Suspeitos pagaram fiança e foram liberados; 32 flanelinhas foram detidos.

Dois cambistas que vendiam ingressos falsos para o jogo Corinthians e Boca Juniors no Pacaembu, na Zona Oeste de São Paulo, foram detidos na noite de quarta-feira (4) por policiais civis disfarçados de torcedores e indiciados por tentativa de estelionato.

Os suspeitos foram levados às 1ª e 2ª delegacias de Crimes contra o Consumidor, na região central da capital paulista, onde pagaram uma fiança de R$ 650, cada um deles, e foram liberados para responder ao crime em liberdade. Os dois já tinham passagens por roubo, tráfico de entorpecentes e receptação.

Segundo o Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), os criminosos cobravam R$ 2 mil por cada bilhete. Quatro foram apreendidos.

“Nossos policiais circularam pelo estádio e fizeram as detenções dos suspeitos que estavam vendendo os ingressos falsos. O verdadeiro tem marca d água e a identificação de quem comprou porque faz parte do plano de vendas do Fiel Torcedor. Mas os que foram apreendidos não tinham. Além disso, o verdadeiro é cinza e o falso é mais esverdeado”.

Também foram detidos 32 flanelinhas ao redor do estádio por policiais fingiram se passar por motoristas. Os detidos estavam cobrando entre R$ 30 e R$ 60 para o torcedor que quisesse estacionar o seu veículo nas ruas próximas ao Pacaembu. Eles irão responder por exercício ilegal da profissão de guardador e lavador de carros em via pública porque não tem o registro da função no Ministério do Trabalho (MT). Como o que eles cometeram não é crime, mas sim contravenção, foi feito um termo circunstanciado e todos foram soltos em seguida.

“A lei que regula a profissão é a 6242 de 1975. Os flanelinhas abordados não têm o registro dela no MT. Então eles infringiram o artigo 47 da Lei das Contravenções Penais e irão responder por isso”, disse o delegado Fernando Schmidt de Paula, da Unidade Policial de Inteligência (UIP) do DPPC.

Na ação de combate aos cambistas e flanelinhas foram mobilizados 50 policiais civis. Apesar disso, nenhuma vítima procurou o DPPC entre quarta e até as 11h30 desta quinta para denunciar a venda ilegal dos ingressos falsos ou a ação da cobrança por vagas de estacionamento em ruas.

A atuação, batizada de Operação Estádio, teve início no dia 6 de maio e ocorre sempre nos estádios de futebol da capital no dia de jogos.

Segundo o DPPC, já foram detidos 370 pessoas, entre cambistas e flanelinhas, desde o início da operação. “Desse todo, duas são mulheres e dois adolescentes menores de 18 anos de idade. Cerca de 50% deles já tinham antecedentes criminais, principalmente por roubo e furto”, disse o delegado Schmidt de Paula. “Para se ter uma ideia, dos 34 detidos na quarta, 17 já tinham passagem pela polícia por assalto”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 103 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal