Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

04/07/2012 - Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Imagens mostram presos por estelionato em carros de luxo


Imagens divulgadas pela Polícia Civil mostram um grupo de ciganos presos por suspeita de estelionato e de formação de quadrilha em festas e dirigindo em carros de luxo. As gravações registraram os suspeitos em um churrasco, onde se divertem fazendo manobras arriscadas e exibindo uma Ferrari. Ao todo, doze pessoas foram presas no dia 28 de junho em um hotel de Juiz de Fora, na Região da Zona da Mata.

De acordo com a polícia, os suspeitos abordavam pessoas nas ruas para vender edredons. A maioria dos clientes era de baixa renda, que tinha cartão de crédito, mas não sabia usar. Na hora de finalizar a transação, a quadrilha digitava um valor maior que o da compra.

Nos vídeos, também é possível ver os ciganos em um comboio de caminhonetes carregadas com mercadorias. Onze veículos foram apreendidos por policiais, sendo dez importados. Juntas, as caminhonetes valem aproximadamente R$ 1,2 milhão. Os veículos têm placas de Americana, Franca e Campinas, no interior de São Paulo, e de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte

Crime

Nos comprovantes recolhidos com o grupo há cupons com vendas de R$ 500, digitados muitas vezes no lugar de R$ 50, por exemplo. Outros tinham valores muito mais altos, e chegavam até R$ 3 mil. Ainda segundo a polícia, em alguns casos, os acusados se aproximavam dos clientes, ganhavam a confiança deles e conseguiam a senha.

Os suspeitos também diziam às vítimas que somente iriam fazer uma consulta para ver o saldo do cartão e finalizavam a transação. Durante a operação, 12 máquinas de cartão de crédito e débito sem fio também foram recolhidas. Como elas só são liberadas para empresas com CNPJ, a Receita Estadual entrou no caso para ajudar na investigação.

As caminhonetes foram levadas para o pátio da Polícia Civil. Segundo a delegada que está cuidando do caso, o grupo já aplicou o mesmo golpe em outras cidades do país. Os presos devem responder a processos por estelionato e formação de quadrilha, além de crimes na área fiscal.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 103 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal