Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

30/06/2012 - RTP Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude da Libor põe em causa sistema financeiro britânico

Por: Graça Andrade Ramos


O governo de David Cameron ordenou um inquérito independente à forma como é estabelecida a Libor, na sequência das multas aplicadas esta semana ao Barclays, por manipulação da taxa de crédito interbancária britânica. Outros bancos estão ainda a ser investigados pelas autoridades reguladoras mas já há quem fale da necessidade de uma investigação profunda ao funcionamento da City, uma das principais praças financeiras do mundo.

O líder da oposição, o trabalhista Ed Milliband, afirmou em entrevista publicada pelo Times de Londres, que o sistema financeiro britânico está "institucionalmente corrompido".

Milliband exigiu a David Cameron um "inquérito independente, para perceber o que se passa nos cantos mais escuros" do Barclays e quer ainda que a investigação leve a uma padronização das práticas financeiras e a um código de conduta do sector.

O Secretário do Comércio, Vince Cable, descreveu igualmente o sector financeiro britânico como uma "fossa tremenda" e o Secretario da Justiça, Ken Clarke insiste que os banqueiros criminosos sejam julgados.

O inquérito independente do governo anunciado hoje e que deverá iniciar-se na próxima semana, poderá vir implicar sanções criminais.

"Algo muito errado"

O próprio Governador do Banco de Inglaterra criticou severamente a City.

"Há algo de muito errado na indústria financeira do Reino Unido que é preciso corrigir", afirmou Mervyn King aos jornalistas, criticando "salários e bónus excessivos", "mau tratamento dos clientes" e manipulação "traiçoeira".

E acrescentou, "é tempo de fazer qualquer coisa com o sistema bancário".

"Muitos dos que trabalham na indústria bancária são trabalhadores árduos que se sentem profundamente desiludidos com alguns dos seus colegas e dirigentes", disse King, citado pelo The Guardian.

Manipulação a favor dos bancos

A Libor é estabelecida com base nas taxas de juros efetuadas por diversos bancos e é usada como referência em contratos no valor de biliões de dólares.

Mas a forma como é estabelecida está longe de ser transparente, sendo as próprias entidades bancárias envolvidas as responsáveis pelo fornecimento dos dados, através do preenchimento de um formulário, todas as manhãs.

A CFTC (Commodity Futures Trading Commission) o Departamento de Justiça dos EUA, e a FSA (Financial Services Authority) no Reino Unido, provaram agora que a Libor tem sido deliberadamente manipulada pelas instituições bancárias.

Segundo a Bloomberg, os bancos estariam a fixar a Libor alegadamente para obter lucros de derivados indexados àquela taxa.

CEO do Barclays ouvido quarta-feira

O escândalo rebentou quarta-feira, quando o Barclays anunciou que tinha sido multado no valor total de 362 milhões de euros após ter ficado provado que manipulou várias vezes os dados fornecidos, entre 2005 e 2009.

O Barclays foi o primeiro banco a chegar a acordo com as autoridades britânicas e americanas responsáveis pela regulação do sistema, as quais têm investigado a Libor nos últimos anos. Estas foram as multas mais elevadas alguma vez impostas por estas entidades.

O Citigroup, o HSBC, o Royal Bank of Scotland e o UBS são outros bancos sob investigação, pela mesma prática.

Apesar das coimas, nenhum dirigente do Barclays foi ainda processado criminalmente. Os quatro administradores principais do banco aceitaram apenas desistir de receber os seus bónus de milhões de libras, este ano.

O que poderá não ser suficiente. Robert Diamond, CEO do Barclays, deverá responder perante a Comissão parlamentar britânica do Orçamento, na próxima quarta-feira e poderá vir a ser demitido, como recomendaram já as entidades reguladoras britânicas do sector financeiro.

Até porque, sabe-se agora, o Barclays ignorou três avisos feitos entre 2007 e 2008 sobre conflitos de interesse e dados "evidentemente falsos" fornecidos pelos seus funcionários.

"Fraude mais grave de que me lembro"

Logo a seguir ao escândalo da Libor, soube-se sexta-feira que os quatro maiores bancos britânicos, o Barclays, o HSBC, o Lloyds e o Royal Bank of Scotland, terão vendido seguros inapropriados e arriscados a milhares de pequenas empresas, algumas das quais faliram.

É mais um prego no caixão da confiança dos britânicos no seu sistema financeiro, fortemente abalado por diversos outros escândalos.

Andrew Tyrie, o presidente do Comissão parlamentar do Orçamento comentou a manipulação da Libor com preocupação. "Aparentemente muitos bancos estão envolvidos e o Barclays foi o primeiro a reconhece-lo. Esta é a fraude mais grave de que me lembro" afirmou.

"A reputação da industria britânica de serviços financeiros foi gravemente atingida", disse Tyrie. E acrescentou, "a confiança do público nos bancos foi ainda mais abalada e a recuperação dos estragos feitos à reputação bancária tem de começar imediatamente."

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 612 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal