Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/06/2012 - Jornal O Nortão / Folha Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende 27 sob suspeita de fraude em CNHs no Acre

Por: Freud Antunes


A Polícia Civil do Acre prendeu 27 pessoas nesta segunda-feira, na Operação Tentáculo, sob suspeita de formar uma quadrilha que fraudava exames para obtenção da carteira de habilitação, retirava multas, fazia transferência de pontuação e falsificava documentos para carros roubados.

Segundo a diretora-geral do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) do Estado, Sawana Leite de Sá Paulo Carvalho, um policial civil, dois policiais militares e três servidores do Detran, um psicólogo, instrutores e proprietários de nove autoescolas estão envolvidos no suposto esquema que garantia a aprovação nos exames de vista, teórico e prático.

A investigação concluiu que mais de 500 carteiras foram obtidas por meio de fraude, documentos que deverão ser cancelados. Para garantir a aprovação, o interessado pagava em média R$ 1.000.

"Ainda estamos realizando o levantamento para verificar quantas multas foram canceladas, mas sabemos que um veículo roubado estava circulando com documentos feitos aqui", disse o delegado Alcino Júnior.

As investigações começaram há dez meses, quando foram constatados o desaparecimento de documentos de dentro do Detran. "Durante as investigações começaram a surgir outros elementos e possíveis crimes. Aprofundando a investigação, chegamos à quadrilha que foi encontrada em posse de alguns documentos", informou o delegado Rodrigo Cumaru.

De acordo com a polícia, os acusados captavam pessoas que tinham sido reprovadas nos testes para realizar novos exames, garantindo sua aprovação. Os servidores do órgão de trânsito são suspeitos também de inserir informações falsas no banco de dados.

Durante a operação, foram encontrados com o grupo documentos de veículos, identidades e R$ 7.500, mais de 13 computadores, provas teóricas e testes psicotécnicos em branco.

A suposta quadrilha atuava em Rio Branco e em outras três cidades do interior.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 239 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal