Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

06/06/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista usa nome do Hemocentro de Franca, SP, para pedir dinheiro

Por: Adriano Oliveira

Mulher pede doação de R$ 50 para compra de lanches, dizem comerciantes. Polícia investiga o caso, mas não sabe precisar o número de vítimas.

Uma golpista está se passando por funcionária do Hemocentro de Franca (SP) para pedir doações em dinheiro a comerciantes da cidade. A mulher afirma que a verba é utilizada na compra de lanches para os doadores de sangue e, em contrapartida, promete colocar as marcas dos empresários em peças publicitárias.

O esquema foi denunciado pela proprietária de um restaurante nesta terça-feira (5), após ser pressionada pela suspeita a doar R$ 50. “Ela já tinha passado há 15 dias, mas eu estava muito ocupada e não pude atendê-la. Ontem ela chegou de manhã e me mostrou o cartaz da campanha, dizendo que precisava do dinheiro”, contou Joana Darc Gonçalves.

A dona do restaurante pediu que a golpista retornasse após o almoço e ligou para o Hemocentro. Com a confirmação de que a campanha era falsa, Joana avisou a polícia. “Quando ela voltou, a viatura estava estacionada na porta do restaurante. Eu pedi para ela aguardar, mas ela ficou aflita e saiu andando fingindo que estava falando ao celular”, disse.

O delegado Pedro Luiz Dellaqua afirmou que a Polícia Civil está investigando informalmente o caso. Segundo ele, não é possível dizer quantas pessoas foram vítimas do golpe porque nenhum comerciante registrou boletim de ocorrência. “Nós visitamos quatro estabelecimentos, mas ninguém havia pagado a quantia para a mulher”, disse.

Hemocentro

Em nota, a assessoria do Hemocentro de Franca informou que a Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto - FUNDHERP é pessoa jurídica de direito privado dotada de autonomia financeira e administrativa de fins não lucrativos, por isso, "nunca solicitou e não vai solicitar verba das empresas e da população". O órgão pede aos empresários procurados pela suposta estelionatária que comuniquem imediatamente a polícia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 92 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal