Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

08/06/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Federal prende quadrilha que aplicava golpes na CEF em Uberaba

Três pessoas foram presas em flagrante após sacar R$ 30 mil. De acordo com a polícia, golpes eram aplicados há dois meses.

Na tarde desta sexta-feira (8), três pessoas foram presas pela Polícia Federal em Uberaba. A prisão foi feita em flagrante depois que a quadrilha aplicou mais um golpe na Caixa Econômica Federal (CEF). De acordo com a polícia, eles utilizavam documentos falsos em nomes de aposentados e solicitavam empréstimos que depois eram sacados. O prejuízo causado pela quadrilha chega a mais de R$ 300 mil.

Duas mulheres, uma natural do Ceará e outra do Maranhão, além de um homem de Uberaba, foram presos depois de sacar R$ 30 mil em uma agência da CEF no Centro da cidade. O dinheiro era de um empréstimo feito no nome de um aposentado. "A CEF havia detectado algumas movimentações estranhas que chamaram a atenção dos funcionários. Nós fomos acionados e começamos a acompanhar. Constatamos que de fato havia uma quadrilha atuando em Uberaba há aproximadamente dois meses nesse tipo de crime", contou o delegado.

Segundo a Polícia Federal, pelo menos 15 pessoas foram lesadas e o prejuízo chega a mais de R$ 300 mil. "Nossa constatação é de que eles falsificavam documentos em nomes de segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Segurados que por sua vez realmente existem e não tinham conhecimento do golpe. Em nomes desses segurados eram abertas contas e obtidos empréstimos que depois eram sacados pela quadrilha", explicou o delegado da Polícia Federal, Carlos Henrique D'ângelo.

A maioria das vítimas é de Belo Horizonte. Com a quadrilha foram apreendidos vários documentos falsificados apenas com a foto de uma das golpistas. São mais de 12 carteiras de identidade. "Tudo indica que eles atuavam em outras cidades brasileiras e outros levantamentos estão sendo feitos, mas o que chama a atenção é ficha criminal extensa dos três membros da quadrilha, sempre pela prática de crimes relacionados a estelionatos, uso de documentos falsos, falsidade ideológica", contou D'ângelo.

Os suspeitos foram encaminhados para a Penitenciária de Uberaba e devem responder por falsidade ideológica, uso de documentos falsos e estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 201 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal