Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/05/2012 - Agora MS Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

“Picaretas” invadem as escolinhas de futebol em Dourados com falsas promessas

Por: Waldemar Gonçalves - Russo


Nos dias atuais, qual o pai que não gostaria de ver seu filho treinando em equipes de ponta do futebol brasileiro como o Corinthians, São Paulo, Flamengo, Fluminense entre outros e claro, no atual coqueluche dos clubes do país, o Santos Futebol Clube de Neimar, Ganso e companhia.

Baseado nestes exemplos acima citados, a reportagem apurou que em Dourados supostos agenciadores que se apresentam como representantes de grandes clubes do país estariam assediando garotos que praticam o esporte mais tradicional do país, o futebol.

Os supostos agenciadores, também denominados de “picaretas” estariam agindo em escolinhas de futebol que são mantidas pela Prefeitura Municipal por meio da FUNED (Fundação de Esporte de Dourados) como em algumas particulares que atuam na cidade.

Os “picaretas” chegam aos centros de treinamentos e após acompanhar os trabalhos dos monitores, abordam as crianças e até mesmo os adolescentes com promessas que eles podem levá-los para “fazer um teste” em clubes como o Palmeiras, Corinthians, Santos, Flamengo, Vasco, Grêmio de Porto Alegre entre outros.

Arrecadação

De posse dos dados dos garotos, os supostos agenciadores acabam por obter os dados técnicos dos garotos, assim como o endereço das suas respectivas residências para dar o início das transações.

Na casa do garoto que foram previamente escolhidos pelos supostos agenciadores ou “picaretas” como são conhecidos os golpistas após observá-lo nas escolinhas sociais que são mantidas pela prefeitura ou particulares, os mesmos chegam na presença dos pais, muitos deles de baixa renda, e oferecem mediantes falsas promessas, grandes perspectivas de futuro aos seus filhos, inclusive, garantindo de que eles poderão colocá-los em grandes clubes do país para um suposto período de teste, o que em muitos dos casos, acabam se transformando em um golpe simplesmente visando angariar dinheiro para benefícios próprios.

Exemplo de golpe

Um dos exemplos levantados pela reportagem refere-se a um suposto agenciador, que utilizando o nome de um grande clube do futebol brasileiro, estaria agindo em Dourados e na região já há algum tempo praticando este tipo de manobra, sem que tenha sido punido pela justiça por crime de estelionato.

O dito cujo -cujo nome não é devidamente informado- chega para os pais e sob alegação de que o filho deles tem futuro no futebol profissional, pedem que assinem uma procuração em seu nome e em seguida, cobra uma taxa de 600 reais para os custeios da viagem e estadia do garoto na determinada cidade onde o mesmo passará por um teste de avaliação.

O suposto agenciador após completar o número mínimo de 20 garotos -o máximo é 25- aluga um ônibus e os embarcam para a cidade onde supostamente vai haver a “peneirada”, todavia, é sabido que o mesmo nada mais fez do que marcar um simples amistoso no determinado clube na qual informou a família.

Considerando o valor de 600 reais por pessoa, o suposto agenciador caso consiga fechar a viagem em 25 garotos, acaba arrecadando 15 mil reais bruto, dinheiro este provenientes na maioria das vezes dos sacrifícios dos familiares, afinal de contas, qual o pai nos dias de hoje que não gostaria de ver o filho treinando em grandes clubes do país.

Fechado o pacote para a viagem, o suposto agenciador ou “picareta” como é denominado o golpista, deixa a cidade com um ônibus ou microônibus fretado em direção a cidade aonde marcou o “amistoso” com o suposto clube com os garotos.

Como em sua planilha ele não gasta mais do que cinco mil reais nas despesas de viagem, o suposto agenciador acaba obtendo um lucro líquido de não menos do que oito mil reais mês.

Grátis

No retorno a cidade após a realização do amistoso, o agenciador diz aos familiares dos garotos de que os mesmos foram bem nas suas apresentações, porém não foram aprovados pela comissão técnica do clube na qual eles enfrentaram e em alguns casos, alguns dos pais são informados de que o filho foi bem, mais que ele deverá aguardar ser chamado numa nova oportunidade.

Com isso, o agenciador além de arrecadar liquidamente o dinheiro dos pais, onde uma grande maioria faz até sacrifício para arrumar os 600 reais para os custeios da viagem, devolve os filhos para a família.

Na oportunidade da entrega dos filhos -quando isso ocorre- aos pais, o agenciador fica no aguardo de uma nova oportunidade para mais uma vez agir nas escolinhas de futebol que existem na cidade, sejam elas públicas ou particulares, com as mesmas falsas promessas as famílias de que poderá levar as suas crianças ou os adolescentes para determinada cidade do grande centro do país para fazer uma avaliação, o que na verdade, não passa de uma mera partida amistosa e sem compromisso por parte dos grandes clubes, quer seja do futebol paulista, carioca, paranaense entre outros estados, citados por ele para a família das vítimas deste engodo.

Opinião

A reportagem em contato com o presidente do Ubiratan Esporte Clube, Joaquim Soares, este sem entrar em detalhes disse que isso possa realmente acontecer em Dourados, todavia, o mesmo pede para que os pais fiquem atentos a este tipo de ação que no seu ponto de vista é criminosa. “Mantenho escolinhas de futebol no Ubiratan totalmente sem custo para os pais. Agora, se vejo algum garoto com grande chance de ser profissional, informo os pais dele e o oriento a enviá-lo pessoalmente para um grande clube e não repassá-lo a um vigarista” disse o presidente, acrescentando que se algum destes vigaristas se aproximarem de seus atletas, imediatamente ele é convidado a deixar o centro de treinamento. “Quando vejo um malandro se aproximar dos garotos, imediatamente chamo ele no canto e peço para deixar o nosso centro de treinamento” informou o presidente à reportagem.

Já Giovanny Marques, presidente do Operário de Dourados, que também mantém a custa de muito sacrifício junto com seu cunhado Nelson Amaral Assunção, o “Jabá” e o treinador de goleiros Moacir Amorim, uma escolinha de futebol com o apoio da Prefeitura Municipal por meio da FUNED e realiza os treinamentos no campo da rodoviária (céper Arnulfo Fioravanti), diz que “malandro” no futebol está cheio em Dourados e na região. “Não cobramos nada dos pais dos garotos e quando algum deles se destaca nós mesmos fazemos por onde levá-los para um centro de treinamento melhor, como fizemos com o goleiro Léo que na semana passada foi levado por nós e pelo diretor da FUNED Antonio Coca, para a escolinha do Grêmio Prudente. Sempre que pudemos alertamos os garotos e os próprios pais sobre a existência destes supostos agenciadores, que na verdade não passam de verdadeiros picaretas ou malandros como queira entender. Sempre que aparece um no nosso centro de treinamento, nós colocamos para correr, mais infelizmente tem muitos pais que acabam caindo nas lábias deles e com isso acabam dispondo até mesmo do que não tem para dar dinheiro para estes vigaristas que prometeram levar os seus filhos para fazer testes neste ou naquele grande clube” concluiu o presidente a reportagem.

Já Antonio Coca,atual diretor/presidente da FUNED deixa um alerta aos pais que tem seus filhos colocados nas escolinhas da autarquia. “Peço aos pais que não acreditem nestes supostos agenciadores, pois eles não passam de verdadeiros picaretas do futebol. Nas nossas escolinhas ninguém paga nada e o garoto que se destacar e a família querer que ele vá para um clube fora de nossa cidade, ela pode ficar tranqüilo que nós mesmos providenciaremos para que isso aconteça e o que é melhor, sem custo nenhum para os seus familiares” alertou Antonio Coca adiantando que é sabedor que já está na cidade um suposto agenciador em busca de arregimentar garotos da cidade, em especial os que já estão nas escolinhas da FUNED e particulares, com um único objetivo em mente, aplicar um golpe nas famílias deles. “Peço aos pais ou aos responsáveis pelos garotos tanto das nossas escolinhas como das particulares, que se acaso forem procurado por um destes malandros, picaretas do futebol mesmo, que exigem deles certa quantia em dinheiro para levar seus filhos para fazer teste no Santos, por exemplo, que os denunciem na polícia ou no Ministério Público por meio da Vara da Infância e da Adolescência, pois isso é pura malandragem” disse Antonio Coca à reportagem lembrando que no ano passado um grupo de garotos arregimentados por um destes supostos agenciadores foram levados para fazer testes em um clube no Rio de Janeiro, e lá além de não fazer o que havia sido prometido pelo malandro, também passaram fome, frio e sede. “Lembro que os pais contando com a ajuda de amigos tiveram que arrecadar dinheiro para trazer seus filhos de volta para a nossa cidade. O cara foi malandro ao extremo, pois além de lograr a família vendendo ilusões e se apossando de dinheiro dela, ele acabou por deixar as crianças numa situação muito perigosa e complicada, mais graças a Deus todos retornaram são e salvas, mais traumatizadas com o que aconteceu lá” finalizou o presidente da autarquia que é responsável pela área de esportes douradense.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 141 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal