Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

22/05/2012 - De Fato Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Prefeito de Passabém é vítima de estelionato

Por: Galvani Silva


O prefeito de Passabém, José Lourenço (Duca Loura), foi vítima de estelionato na tarde desta terça-feira, 22 de maio, depois de comprar duas blusas de couro de um casal na rua. O político disse que voltava de um almoço na casa da irmã quando foi abordado pelos vendedores nas proximidades da Prefeitura de Passabém. Depois da negociação, Duca Loura comprou as peças e pagou com cheque.

Quem preencheu o documento foi uma menor, de 16 anos, portuguesa, que seria namorada de Natanael Vieira Marques, 20 anos, de Salvador (BA), mas com naturalidade também portuguesa. O valor combinado foi de R$ 400, mas ao sacar o dinheiro no banco Bradesco, ainda na cidade de Passabém, o documento informava R$ 1,4 mil.

Por sorte do prefeito, ao compensar o cheque, o gerente do banco ligou e informou sobre a transação. Foi quando Duca Loura descobriu que havia sido vítima de crime e avisou à PM.

De imediato, os militares de Passabém avisaram os colegas de Santa Maria de Itabira, que fez um cerco na entrada da cidade e abordaram os suspeitos. O casal estava em um Kia Cadenza, placa HDT-2883, de Juiz de Fora. Com eles foram encontrados a quantia em dinheiro.

Suborno

Natanael e a menor foram levados para o destacamento militar e, depois de dar sua versão, tentou subornar o cabo Lima com R$ 1 mil pela liberação. O policial chamou testemunhas e registrou o fato no boletim de ocorrências. De acordo com Natanael, a negociação envolveu seis blusas pelo valor de R$ 1,4 mil, mas o prefeito acabou ficando com duas e não requereu o cheque. Ambos foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil, em Itabira. O carro foi apreendido.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 141 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal