Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/10/2007 - ComputerWorld Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

EUA fazem novos testes em urnas eletrônicas para evitar fraudes

Por: Todd R. Weiss


Uma verdadeira força-tarefa da Câmara dos Deputados nos Estados Unidos conseguiu, enfim, autorizar a realização de testes adicionais no hardware utilizado para votação eletrônica no 13º Distrito da Flórida. O objetivo é tentar determinar se problemas com as máquinas teriam contribuído para uma diferença de 18 mil votos nas eleições presidenciais de 2006.

Por unanimidade, na semana passada, o comitê adotou três cenários de testes adicionais para as urnas eletrônicas, que foram apresentados pelo Escritório de Prestação de Contas do Governo (GAO, na sigla em inglês). A missão quer novas análises de hardware e relatos das impressões.

Em um documento de 27 páginas, o GAO disse que os testes já realizados nas urnas não incluíram uma amostra grande o suficiente para garantir resultados precisos.

Os 18 mil votos que não foram contabilizados aconteceram na escola eleitoral de Sarasota County, na Flórida. A candidata derrotada na corrida eleitoral, a democrata Christine Jennings, bem como outros críticos da eleição eletrônica, argumentam que o erro na contagem foi grande demais para ter ocorrido por acaso. Eles culpam problemas com os equipamentos. As 1.499 urnas utilizadas nas eleições utilizavam o sistema iVotronic, da Election Systems & Software.

Jennings perdeu a eleição por 369 votos, dos 238,25 mil contabilizados. O republicano Vern Buchanan venceu a eleição na região.

A força-tarefa votou pela realização de três testes. O primeiro refere-se ao firmware, para verificar se as máquinas estavam de fato com a versão certificada do sistema aprovado pelos responsáveis pela eleição. Outros testes devem simular mais de 112 cenários, incluindo a mudança de votos, correção do voto e outras combinações de comportamentos do eleitor. Um centário de máquinas não calibradas também deverá ser utilizado para verificar se a ação interfere na contagem.

Os novos testes serão conduzidos nos dias 26 de novembro e 7 de dezembro. Eles devem levar em torno de duas semanas, após as quais o GAO emitirá seu parecer.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 345 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal