Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

29/05/2012 - Só Notícias / A Gazeta Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP denúncia defensor afastado por fraudes na locação de aviões


O Ministério Público Estadual (MPE) apresentou mais uma denúncia (ação penal) contra o defensor público-geral de Mato Grosso, André Luiz Prieto. Já afastado do cargo para que sejam investigados indícios de improbidade administrativa, ele passará a responder o segundo processo criminal por suposta fraude no fretamento de aeronaves. A denúncia foi oferecida depois de uma investigação em que o MPE apontou fraude no pagamento e fretamento de aeronaves para a Defensoria ao longo de 2011. Prieto foi afastado do cargo no dia 21 passado justamente diante de um recurso movido na ação civil pública que trata desse contrato.

Prieto também responde desde abril outra ação penal por peculato (apropriação de dinheiro público), que teria sido praticado pelo menos 9 vezes, segundo denúncia que envolve ainda outros servidores ligados à administração da Defensoria. O defensor responde também a 2 ações civis que tratam dos casos denunciados e outra pela contratação de um buffet, o que só gerou uma ação civil pública até o momento, mas deve refletir também na esfera penal. Ao todo, Prieto é alvo ainda de outros 10 procedimentos no MPE. Ele foi afastado do cargo em 21 de maio.

Apoio - Representantes de corregedorias de defensorias públicas de 12 estados aprovaram moção de apoio às investigações para afastamento definitivo do defensor-geral de Mato Grosso, André Prieto. Ele já também foi criticado nos últimos dias por diretores da Associação de Defensores de Mato Grosso.

Os corregedores alegam que o afastamento melhorará a imagem da Defensoria. Argumentam ainda que a gravidade dos atos acarreta notórios prejuízos ao funcionamento da Instituição e profundos danos à imagem e ao prestígio das defensorias do Brasil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 89 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal