Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

27/05/2012 - A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Professor de 45 anos é preso com documento falso

Por: Eduardo Velozo Fuccia


O professor Paulo Sérgio Malke Carniato, de 45 anos, foi preso em flagrante por uso de documento falso istantes após chegar de carro na frente de uma casa, em Vicente de Carvalho, cujo morador é suspeito de estelionato.

O imóvel fica na Rua Manoel Marques Nabesco, no Jardim Boa Esperança, e era vigiado por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, que aguardavam a chegada do morador Thiago Lopes da Silva, de 27 anos.

Porém, quem apareceu, em um carro, foi o professor. Ao ser abordado, ele se identificou aos investigadores como Paulo da Silva, exibindo um RG com esse nome e a sua fotografia.

Desconfiando da autenticidade do documento, os policiais vistoriaram a carteira do professor. Eles acharam outro RG, também com a foto do abordado, mas ostentando o nome de Paulo Sérgio Malke Carniato, que depois descobriram ser o verdadeiro.

Cartões e clonagem

Nesse momento, saía da casa o pai de Thiago. Após ser informado sobre as suspeitas de estelionato contra o seu filho, ele permitiu que a equipe da DIG revistasse o imóvel. Até o término da inspeção, o jovem não havia chegado ao local.

No quarto de Thiago, dentro do guarda-roupa, havia diversos cartões de crédito de terceiros e documentos com a foto do investigado, mas ostentando o nome de Rodrigo Lopes dos Santos.

Os policiais também recolheram dentro da casa máquinas de cartões de crédito, uma CPU, equipamentos que costumam ser utilizados na clonagem de cartões, uma cédula de R$ 100,00 aparentemente falsa e uma folha contendo números de cartões. O pai de Thiago alegou ignorar a existência desses materiais na moradia.

O professor estava com dois notebooks no carro e os investigadores os apreenderam para checar por meio de perícia os seus arquivos. Conduzido à DIG, Paulo Sérgio foi autuado em flagrante por uso de documento falso e recolhido à cadeia. Previsto no Artigo 304 do Código Penal, esse crime tem pena variável de 2 a 6 anos de reclusão, quando o documento é público.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 378 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal