Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/05/2012 - DireitoCE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Juíza condena europeus por estelionato e formação de quadrilha


A juíza Marlúcia de Araújo Bezerra, da 17ª Vara Criminal de Fortaleza, condenou os búlgaros Todor Georgiev Ivanov, Krasimir Sokolov Iliev e Trendafil Yordanov Yordanov a mais de nove anos de prisão, pelos crimes de estelionato e formação de quadrilha.

As penas deverão ser cumpridas em regime inicialmente fechado.

De acordo com denúncia do Ministério Público do Ceará (MP/CE), os acusados realizaram saques utilizando cartões com dados copiados de terceiros.

No dia 7 de novembro de 2010, eles foram detidos com 62 cartões em um terminal de autoatendimento bancário, localizado no interior de um supermercado no bairro Aldeota, em Fortaleza.

Com um dos acusados foram apreendidos ainda R$ 5 mil, US$ 460,00 e 60 euros.

No veículo dos réus, a polícia também encontrou a quantia de R$ 49.488,05, aparelhos celulares e computadores portáteis, além de um extrato de transferência para o exterior no valor de 662,73 euros.

Em depoimento, Trendafil Yordanov e Krasimir negaram participação nos crimes. Todor Georgiev, por sua vez, disse que estava apenas acompanhando os compatriotas em visita à Capital cearense.

Ao analisar o caso, a juíza considerou haver provas suficientes do envolvimento dos réus nos delitos. “Os três praticaram o crime de estelionato, que teve início ainda na Europa, onde ocorreu a obtenção fraudulenta de dados.

A vinda dos acusados ao Brasil mostra que todos estavam associados para a obtenção de vantagem através dos saques que seriam efetuados”, concluiu.

Todor Georgiev Ivanov e Krasimir Sokolov Ilieva foram condenados a nove anos e quatro meses de reclusão. Já Trendafil Yordanov foi condenado a 11 anos e quatro meses de prisão. A pena dele foi maior porque, segundo a magistrada, o réu tentou corromper um policial na hora da prisão. A decisão foi proferida nessa segunda-feira (21/05).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 185 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal