Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/04/2006 - Gazeta de Limeira Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia faz “alerta” contra nova forma de estelionato

Por: ESS


Uma pessoa é alvo de estelionato por dia em Limeira. É o que revela balanço divulgado ontem a pedido da Gazeta pelo 1º Distrito Policial (DP), que registrou nos três primeiros meses deste ano 91 casos, que vão desde o conto-do-vigário às fraudes em contas bancárias. Mas, agora o crime que está ameaçando a população é o “golpe do acidente”.

Ao contrário do conto-do-vigário, que teoricamente é mais fácil para a vítima levantar suspeitas, o delegado Mamede Jorge Rime explicou que os recursos utilizados durante o “golpe do acidente” impressionam e assustam mais o alvo.
Uma das vítimas relatou que o bandido fez uma ligação para sua residência alegando que seu pai tinha sofrido um acidente e como não havia Resgate, precisava de R$ 5 mil para os primeiros socorros. Durante a ligação, o estelionário citou o nome exato do suposto acidentado e também o horário e o local onde ele passava para trabalhar.
Na maioria dos casos o bandido pede um depósito em conta corrente. No entanto, a Gazeta ouviu um relato de outra vítima que autorizou os criminosos a pegarem o dinheiro na empresa do suposto acidentado, por ser mais próxima ao local do acidente.
Esses recursos utilizados pelos golpistas, conforme observou o delegado, contribuem para que a vítima acredite no que o criminoso está falando do outro lado da linha. “Na verdade a pessoa fica desesperada e é induzida a acreditar que a alternativa sugerida pelo bandido é mais rápida”, afirmou. A situação se torna ainda mais preocupante quando quem recebe a ligação tenta entrar em contato com o suposto acidentado e não consegue.
Especificamente nesta modalidade, a recomendação de Rime é desconfiar das palavras ditas do outro lado da linha e não fazer, de forma alguma, depósito em conta corrente de desconhecidos. O delegado explicou que dificilmente o autor deste tipo de estelionato é detido. A Polícia consegue descobrir o número da conta, mas normalmente são “fantasmas”, o que na opinião do delegado, mostra também o descuido dos bancos ao abrirem as contas.

“GOLPE DO SEQÜESTRO”

O delegado informou que os estelionatários geralmente alternam os tipos de golpes para surpreenderem as vítimas. Quando um golpe fica muito comum, como o conto-do-vigário, eles procuram implantar estratégias novas para agir.
Outro tipo de crime que já foi registrado antigamente em Limeira, mas que voltou a surpreender a população é o golpe do seqüestro. A reportagem ouviu o relato de uma mulher que recebeu uma ligação em sua residência exatamente no horário em que seu filho de sete anos estaria na escola. O estelionatário citou o nome da criança, descreveu suas características e disse que o garoto tinha sido seqüestrado. A liberdade custaria R$ 4 mil e o valor deveria ser depositado em uma conta corrente. No entanto, por azar do bandido, neste dia, a criança estava doente e havia faltado da escola. “Disse a ele que meu filho graças a Deus estava na minha frente e eu não seria mais uma vítima desse absurdo”, contou.
Caso a criança não estivesse com a família, Rime frisou que a orientação é que pessoa procure manter a calma, entrar em contato com a Polícia e não tomar nenhuma atitude precipitada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 557 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal